29 de maio de 2018

A doença de Simaria e 10 Coisas que você precisa saber sobre Tuberculose

Vocês devem ter visto recentemente nas mídias que Simaria revelou detalhes sobre o problema de saúde que vem enfrentando. No meio de um turbilhão de shows, a cantora foi sentindo o pique baixando, o corpo cansando e o peso igualmente despencando para os 42 kg. Havia algo errado mas o ritmo intenso de trabalho tirava um pouco sua percepção de que podia ser algo além de estafa. Quando procurou os médicos veio o diagnóstico: tuberculose ganglionar.

Quando falamos em tuberculose a maior parte das pessoas pensa sobre a doença que acomete os pulmões. Mas embora seja a forma mais comum da doença, a tuberculose pode se instalar em qualquer órgão do corpo. A diferença é que quando instalada em outros órgãos, ela não é transmissível. Já a forma pulmonar pode ser transmitida pela tosse, pelo ar. 



Mas seja qual fora a forma de tuberculose, seus efeitos são fortes no corpo e o tratamento deve ser seguido a risca. Inclusive mata se não for tratada. Mas vamos saber um pouco mais sobre a tuberculose ?

10 Coisas que você precisa saber sobre a Tuberculose

  1. O bacilo da tuberculose já circulou pelo mundo todo, é antigo e vive entre nós há séculos. Uma grande parcela da população mundial já teve em algum momento contato com o bacilo e pode ter ele incubado em seu corpo. Mas apenas uma parcela dessas pessoas vai desenvolver a doença: a maioria delas desenvolverá por conta de queda na imunidade. 
  2. A queda da imunidade pode ocorrer por diversos fatores. O ritmo intenso de trabalho de Simaria foi o que baixou a sua imunidade. Ou seja, faltou cuidado com a saúde, com a alimentação, com o sono ... o corpo dela se rendeu mediante tanta correria e estresse fazendo tantos shows um atrás do outro.  Outros motivos que podem fazer com que as defesas do corpo sejam comprometidas: má nutrição, condições precárias de vida, hiv, câncer, etc. 
  3. Tuberculose não se transmite através do contato físico. Nem beijo, nem talheres, nem toalha, nem abraços, nem nada disso. Apenas a tuberculose pulmonar é transmissível e isso ocorre através da respiração (pelo ar). 
  4. O tratamento de tuberculose dura no mínimo 6 meses no entanto é muito importante o paciente entender sobre como se comporta a doença durante o tratamento. A maior parte das pessoas vai se sentir muito bem após 2 ou 3 meses de tratamento e isso pode ser uma das principais razões para o abandono de tratamento. No entanto quando realizado de forma incompleta os riscos de recidiva e de que a tuberculose volte ainda mais forte ou até mesmo com resistência aos medicamentos é bem maior. Muitos pacientes tem que passar depois para esquemas de tratamento de 1 ano a até 1,5 anos com medicações diariamente para poderem melhorar. Portanto o melhor a fazer é vencer os 6 meses inicias a risca, mesmo quando a pessoa já se sente bem e nem parece mais doente.         
  5. Embora leve 6 meses pelo menos para se curar, após cerca de 2 semanas de tratamento a pessoa não é mais transmissora do bacilo da tuberculose. Ou seja, ela continua doente e tem que finalizar todo seu tratamento para sarar. Mas ela já não transmitirá mais o bacilo, pois os bacilos a partir desse tempo já ficam inativos. Mas lembrando que se a pessoa interromper o tratamento, eles podem voltar a reativar, principalmente se a pessoa tratou por pouco tempo.  E frisando bem que apenas a tuberculose pulmonar é transmissível. As outras formas a pessoa não transmite.
  6. Mas se somente a pulmonar se transmite, como a pessoa "pega" as outras formas de tuberculose ? Essa é simples. Quando uma pessoa com tuberculose pulmonar espalha os bacilos pelo ar através da tosse, outras pessoas podem se contaminar respirando esses bacilos. Esses bacilos ficarão então alojados no pulmão, ou podem cair na corrente sanguínea e ir parar em qualquer lugar do corpo. A maior esmagadora das pessoas que se contaminarem vão ficar com eles alojados no pulmão e se algum dia desenvolverem a doença pois ficaram com a imunidade baixa, terão a tuberculose pulmonar. Mas para algumas pessoas, esses bacilos vão sair do pulmão e ir parar em algum outro órgão e neste caso quando a pessoa ficar com a imunidade baixa ela vai desenvolver tuberculose naquele órgão que os bacilos se alojaram. Como a maioria das pessoas pega a tuberculose pulmonar, a gente ouve muito falar sobre os sintomas incluindo principalmente a tosse. Mas no caso de afetar outros órgãos, os sintomas de perda de peso, cansaço e febre podem estar presentes mas não a tosse.                                                                                                                                                                   
  7. A tuberculose pleural não é transmissível. A pleura é um tecido que recobre todo o tecido pulmonar e é muito importante para a mecânica respiratória das pessoas. No entanto quando o bacilo se aloja na pleura, a pessoa pode ter vários sintomas respiratórios já que sua respiração fica bem prejudicada. Mas ela não transmite o bacilo na tosse como no caso dos bacilos que vão parar no pulmão.
  8. A vacina que previne a tuberculose é a BCG e deve ser aplicada no bebê recém nascido mas pode ser dada posteriormente. No entanto quanto mais cedo for aplicada, melhores os resultados. Ela é obrigatória antes de 1 ano de vida. A vacina não impede o adoecimento mas previne formas graves da tuberculose nas crianças. Já houveram implantações de políticas públicas com adoção de uma segunda dose na idade escolar e até mesmo na idade adulta, no entanto essas experiências não mostraram resultados na redução de casos. A aplicação da vacina em dose única o mais cedo possível ainda é o mais indicado. 
  9. Qualquer pessoa pode ter tuberculose em algum momento da vida. Como as condições de vida da pessoa influenciam muito no desenvolvimento da doença, estarão mais sujeitas a desenvolverem principalmente as pessoas que vivem em situações muito precárias: moradores de rua, pessoas que não tem acesso a comida, expostos ao frio e a fome, condições ruins de moradia, pouco acesso a saúde, uso de drogas, enfim ... toda sorte de coisas que fazem com que nosso corpo fique mais fraco. Mas doenças que debilitem a imunidade também podem fazer o mesmo. E também há uma parcela das pessoas que simplesmente desenvolve a doença, sem sabermos o porquê. Em alguns casos, quando a pessoa mora com uma pessoa com tuberculose pulmonar, é possível que ela tenha que fazer um tratamento de quimioprofilaxia pra evitar que desenvolver a doença: como no caso das crianças ou adultos com saúde precária, que já tenham doenças, ou mesmo em situações de risco para o desenvolvimento da doença.
  10. Tuberculose tem cura. O tratamento é gratuito e fornecido pelo Ministério da Saúde em todas as cidades do Brasil.  



Espero que tenham aprendido coisas interessante neste post sobre tuberculose. Ainda existe muito preconceito e falta de informação sobre essa doença. No entanto é uma doença causada por um bacilo altamente circulante na população mundial. Ainda é conhecida como uma doença de terceiro mundo, pois vimos nessa postagem o quanto as condições precárias de saúde favorecem o desenvolvimento da tuberculose. No entanto isso não é uma exclusividade de quem é pobre ou vive mal ou usa drogas ou tem outras doenças. Qualquer pessoa pode ter bacilos alojados no seu corpo pois em algum momento da vida entrou em contato com ele e pode vir a desenvolver a doença. Embora a maioria das pessoas vá desenvolver a doença nos primeiros anos pós contato, o bacilo pode ficar quietinhos por anos, até décadas ! Então nada de vergonha, medo ou qualquer sentimento deste tipo. Basta seguir o tratamento até o fim, e você dará adeus a doença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...