21 de março de 2017

Sopa de Letrinhas: Quero ser Vintage (Lindsey Leavitt)

Essa foi uma das minhas leituras mais recentes: o livro Quero ser Vintage foi escrito pela jovem escritora Lindsey Leavitt. Trata-se de um livro jovial e de leitura leve e dinâmica, com um enredo atualíssimo apesar do nome. 

No livro a personagem principal (Mallory) descobre ter sido traída virtualmente pelo namorado logo no início da trama. E tendo sido a traição virtual, Mallory resolve voltar pros tempos das cavernas (na verdade pros tempos da sua avó) e viver como viveria uma adolescente nos anos sessenta. Parece até bonitinha a ideia mas logo que você evolui na leitura da história se dá conta do quanto é desafiador deixar toda a modernidade de lado pra viver conforme uma época onde não havia celular, waze, redes sociais, google, micro-ondas e tudo mais.  

Assim Mallory estabele algumas metas, todas relacionadas a executar ou vivenciar situações onde ela esteja exercendo um estilo de vida como o que a avó dela teve. 

Cercada de personagens incríveis, em especial sua avó, que é uma figura que aparece recorrentemente nem que seja nas divagações de Mallory ... o livro é uma delícia de ler para um passa-tempo descontraído. 

Logo percebemos que Mallory não estava tão distante assim de um mundo antigo ... o que eu quero dizer é que ela não tirou isso de uma ideia louca que veio na cabeça dela ... ok, foi motivada acima de tudo por associar a traição que sofreu com a "vida loka" que a modernidade proporciona. O objetivo principal dela inicialmente é simplesmente sumir de tudo que é rede social. E pra não fazer o enfrentamento de todos os comentários maldosos que viriam a seguir, ela encontrou uma "realidade alternativa pra viver". E ela já tinha referências em casa, o que contribuiu pra sua escolha. Isso porque sua avó é uma figura muito presente na sua vida e sua admiração por ela é tocante. Seus pais trabalham com antiguidades e logo Mallory vai descobrir que na vida deles o antigo e a modernidade também podem travar duelos e resultar em traições e mentiras. Mas se isso vem pro bem ou pro mal ... só lendo pra você descobrir. 



É bom lembrar que é um livro bem adolescente, com personagens adolescentes, temática adolescente e a escrita também totalmente inocente. Mas nem por isso o livro deixa de ser super agradável de ler. Cada vez mais tenho cultuado a leitura de diferentes gêneros e aberto minha mente pra leituras cujo único objetivo é nos fazer sorrir e apreciar uma leitura simples e ingênua. E confesso que a leitura não é nada difícil e até me deixa ansiosa pra saber afinal que rumos tomará a vida de Mallory e se ela aguentará o tranco de se manter vivendo somente conforme o passado. E mesmo que algumas das supostas surpresas ou reviravoltas sejam bem óbvias, a leiturinha é tão amena e graciosa que te prende.

RESUMÃO 


Que livro ? Quero ser vintage
 
Quem escreveu ? Lindsey Leavitt
 
De que ano é? 2014

E a editora ? Benvirá
  
Qual o assunto do livro ? Depois de flagrar seu namorado cometendo uma traição virtual, Mallory decide que vai agora viver como se vivia antigamente: de forma mais simples, mais leve, desconectada do mundo virtual para dar lugar a relações e metas mais construtivas. No entanto ela logo se dará conta também do quanto a modernidade nos facilita muitas coisas na escola, nos negócios, na vida e terá que dar um duro pra descobrir como lidar com as adversidades sem recorrer às facilidades dos avanços tecnológicos.

E que tal a linguagem e a leitura  ? De fácil leitura, leve, com temática bem inocente. Construção de frases simples. Dinamismo óbvio mas agradável.
 
Recomenda ?  Recomendo para intercalar entre livros mais densos, pra uma leitura de avião ou ônibus, pra praia, pra um relax total. Fácil de carregar, leve leitura, terno e inocente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...