30 de novembro de 2015

Antecipando compras de Decoração de Natal no Aliexpress



HOHOHO !

Hoje temos um post de finaleira de ano: vamos falar de decoração de Natal !

Ano passado eu comprei vários itens decorativos de Natal no Paraguai. Encontrei coisas muito lindas por lá. Mas foi só então por novembro e dezembro que lembrei de olhar no Aliexpress. Claro que comprando nessa época, não daria tempo de chegar tudo até dezembro. Então ano passado me contentei com o Paraguai.

Mas neste ano fiz diferente ! Quando o inverno despontou, já comecei a fazer minhas primeiras comprinhas. O bom é que em julho os vendedores estão todos lá ! E todas as comprinhas fofas de natal também ! Enquanto no Brasil e mesmo no Paraguai, a maior parte da decoração só começa a aparecer nas prateleiras lá por novembro, no Aliexpress qualquer mês é época pra comprar.

Não encomendei muitos itens, mas eles são mais que suficientes para transformar o momento da ceia em pura magia. Comprei vários itens pra serem usados na decoração da mesa. Vamos ver então ?

Comecei encomendando alguns enfeites "porta-talheres". São lindos e servem pra serem posicionados junto a cada prato, deixando cada lugarzinho da mesa especialmente decorado. O primeiro escolhido foi o de Papai Noel.


O acabamento é perfeito. O mais legal é que a roupinha do Papai Noel é de feltro, já as barrinhas brancas são de um material macio que até parece "pom-pom", enquanto o cinto é feito de um material cuja textura imita couro. Tudo delicado e bem acabado.








 Preço: $ 7.49  Vendedor:  Link da loja

O conjunto vem com 6 peças: 3 calças e 3 casacos de Papai Noel. Obviamente você vai usar apenas um item por convidado, portanto dá pra 6 pessoas mesmo. Lindo !

E como não dava pra saber antecipadamente de quantos precisaríamos pra este Natal, pois nunca sabemos bem onde vamos passar ou com quantas pessoas, resolvi encomendar outros. E também porque, sempre há o almoço de Natal, o lanchinho de Natal, enfim ... por que não deixar todos esses dias mais fofos e coloridos ? Comprei então esse outro kit de porta-talheres, de boneco de neve.


Esse vem com 8 peças, sendo cada metade das peças decorada de uma maneira. Enquanto alguns vem com árvore de natal na barriguinha, os outros bonequinhos vem com um coração decorado com botão.


A diferença dos bonecos de neve, é que esses não são como saquinhos, como as roupinhas de Papai Noel. Nestes você apenas posiciona os talheres no verso de cada Boneco, por dentro do cachecol. Olhem o verso:


Uma graça não ?


Preço: $ 5.61   Vendedor: Link da Loja

Outra coisa muito linda que comprei lá foram os enfeites para comidinhas. Ou seja, outro item pra deixar a Ceia de Natal muito mais charmosa. Esses enfeites servem para serem espetados na comida a ser servida, deixando os pratos decorados para o Natal: você pode enfeitar o bolo de natal, o Panetone, o peru, o arroz. Enfim, use a criatividade e espete fofuras pela mesa !

Cada kit vem com 12 espetinhos decorados para o Natal.


Vejam alguns de pertinho, pra trem noção do quão lindos são !





Preço: $ 8.99  Vendedor: Link da Loja

Tudo lindo, não ? E são perfeitos ! E o verso deles é todo acabadinho, perfeito e sem nada de colas ou encaixes aparentes. Maravilhosos !

Ano passado enchi nosso cantinho de bebidas com enfeites de Natal. Alguns eu comprei, outros eu mesma fiz (lá embaixo vou deixar o post mostrando dicas de como decorar as bebidas para o Natal). Um dos itens decorativos que comprei ano passado foram roupinhas de Papai Noel para garrafas. Comprei eles no Paraguai e quando voltei lá pra buscar mais, tinham acabado. Por isso neste ano, ao ver a mesma roupinha no Aliexpress, tratei de encomendar já mais algumas. Mas acabei encontrando 2 roupinhas para garrafas. 

Essa roupinha da esquerda foi novidade: um saquinho fechado, pra você colocar a garrafa dentro. Já o da direita é aberto embaixo, serve apenas pra vestir a garrafa mesmo. E vem acompanhado de um chapéu de Noel. Ele é igualzinho o que comprei no ano passado no Paraguai. Fiquei super feliz de encontrá-las novamente, já que acabei comprando poucas ano passado. Aqui pra casa é ótimo pois nosso cantinho de bebidas é recheado de garrafas. 



Mas esses saquinhos ficam lindos tanto pra você deixar a garrafa enfeitada na mesa no dia da ceia (pode ser apenas decorativo, usando uma garrafa que nem será aberta). Outra opção maravilhosa é você presentear alguém especial com um vinho decorado com a roupinha. Imagina que bacana um panetone ou outro mimo acompanhado de uma garrafa assim ? Apenas um bom vinho vestido de Natal já é um super presente ! Fica a dica !


Preço: 1.60 Vendedor: Link da Loja



Preço: $ 2.78  Vendedor: Link da loja 

Eu comprei 2 peças de cada modelo, mas esses preços correspondem ao valor unitário. 

Por fim, comprei alguns aros Marcadores de Taças decorados de natal. Mas pra que servem os marcadores ? Pra solucionar aquela função de perder as taças quando você faz uma reunião em casa. Sabe aquela coisa, de festinha com copos pra todo lado, onde daqui a pouco ninguém mais sabe qual é o seu copo ? Numa festinha mais íntima, pra poucas pessoas, você pode usar marcadores de taças. Eles servem especialmente par quando as pessoas vão depois transitar pela casa com seus copos. Assim cada um sabe qual é o seu.

Eu já tinha visto marcadores dos mais variados: de formatos variados, de cores diferentes, com algum pingente decorativo especial. Neste, os aros vem com mimos de Natal pendurados. A caixa vem com 6 aros.









Cada aro tem um fecho simples encaixável atrás.


Preço: $ 7.35  Vendedor: Link da loja

Maravilhoso, não ? Percebam como com poucos itens, é possível já transformar uma mesa de natal. A ideia aqui em casa é usarmos decorações de outros Natais e agregar essas novas. Um investimento baixo mas que já vai deixar a casa muito mais graciosa, em especial o momento mais esperado do Natal: a ceia.

Com um investimento baixo, você transforma sua mesa: um panetone ou o peru decorado com mimos de natal espetados, taças com marcadores de natal, seus talheres enfeitados, a garrafa vestida de Papai Noel ... conseguem imaginar que cena linda ? Um arraso !


Sei que essas dicas vem um pouco tarde. Mas foi o que aconteceu comigo ano passado. Vi as peças em novembro/dezembro e não deu tempo de comprar. Encomendei em julho e em torno de 60 dias eu já tinha recebido quase todas as peças. Na última semana de setembro eu fiz uma nova encomenda, e até agora a maior parte já chegou agora em novembro mesmo (mostrarei os itens em outro post). Portanto, sejam precavidos e tentem comprar com antecedência. Se não chegar a tempo ... sempre haverão outros Natais ! ;)

Finalizo esse post com algumas dicas de links pra vocês visitarem, de posts bem legais que fiz ano passado sobre o Natal: 

Montando nossa árvore: clique Aqui
Nossa Decor de Natal: clique Aqui
Dicas Decor de Natal para bar ou canto de bebidas em casa: clique Aqui
Dicas de última hora pra decorar sua ceia: clique Aqui
DIY: guirlanda de fotos de Natal em Família: clique Aqui
Mais enfeites de Natal no Paraguai: clique Aqui
Comprando Enfeites de Natal no Paraguai: clique Aqui
Decor da Nossa mesa de Natal: clique Aqui

E era isso. Aguardem o próximo post mostrando as outras encomendas do Aliexpress e outros temas de Natal.

Bjkinhas de Pimenta !

21 de novembro de 2015

Tour pelo meu quarto - 2015

Oi Galera ! Hoje eu tenho um post bem diferente .. do tipo que nunca fiz no blog. Vou mostrar um cantinho da minha casa, da minha vida, pra vocês: meu quarto !

Na verdade eu até tentei fazer esse tipo de postagem já, pois filmei um tour pelo meu quarto há vários meses. Não sei porque o vídeo final não salvava ... mas eis que essa semana resolvi tentar novamente editar e finalmente o vídeo foi salvo ! Uhuuu .... ignorem o fato que esse será meu quarto ainda por apenas mais poucos meses. Mas como ainda é meu quarto ... está valendo !

Mas Paty, qual o objetivo desse vídeo ? Bom, além de satisfazer a curiosidade alheia (youtumaniáticos sabem o quanto amamos esses vídeos, não é ?), o objetivo é também compartilhar algumas ideias. O vídeo serve de inspiração seja pra organização do quarto ... seja pra você saber o que não fazer ! hehehe

Mas neste vídeo vou mais mostrar um pouco sobre como é meu quarto. E numa próxima postagem vou mostrar alguns detalhes da organização dele e dar dicas sobre como fiz, sugestões de como melhorar as ideias aplicadas no meu quarto, os problemas encontrados na organização dele, enfim. Os prós e contras do quarto e sugestões de como vocês adaptarem algumas ideias pra organizar seus respectivos espaços também.

Meu quarto é muito antigo. Ele foi feito quando eu tinha 15 anos de idade e portanto planejado para as minhas necessidades da época. Um destaque especial no quarto é nas inúmeras prateleiras nas paredes, que objetivava guardar em especial meus bichos de pelúcia (sim, aos 15 anos, eu ainda tinha "milhões" deles ! hehe). No próximo post comentarei melhores sobre essa e outras particularidades da decoração, pra entender melhor ela.

Meu quarto está até relativamente bem conservado considerando o tempo que ele tem. Provavelmente porque saí de casa aos 18 anos e morei muitos anos fora, voltando somente mais recentemente pra Foz do Iguaçu. Isso ajudou a conservar melhor os móveis, pelos anos de pouco uso. Com exceção de alguns pegadores faltantes, tem poucas outras falhas. Confesso que quando voltei me readaptei super fácil ao meu "antigo-novo" quarto e até mesmo as prateleiras de ursinhos vieram muito a calhar mediante minha paixão por acumular coisinhas fofas pra decorar hehe.

Mas vamos ver as fotos ? E lá no final tem vídeo mostrando tudo em mais detalhes ! 




Muitas prateleiras
















"Gambiarras"

Proteção: pulseira da Irmã Dulce e ao lado Olho grego com pimentas

Entrada do quarto: Painel de Campina Grande


E aqui o vídeo mostrando tudinho ! Como o vídeo ficou longo, segue meu conselho: Abra o vídeo e clica na rodinha dentada no canto inferior direito (configurações), acesse a linha "velocidade" e escolha uma velocidade mais acelerada (como 1,5 por exemplo) pra assistir o vídeo de forma mais dinâmica. ;)



E era isso.
Num próximo post vou falar sobre alguns detalhes da organização mostrados nas fotos e mencionados no vídeo.

Bjkinhas de Pimenta. 


18 de novembro de 2015

Paraguai 15: Como funciona a Feirinha da S.A. Shop ? Vale a pena ?

Hoje o post é especial pra quem é aqui da Fronteira ou costuma fazer compras pelo amadinho Paraguai. A Loja S.A. Shop é uma das minhas queridinhas por lá, vocês já sabem né ? Tanto é que volta e meia posto comprinhas de lá aqui. 

Pois a S.A.Shop organizou esses dias mais uma Feirinha com descontos incríveis e essa foi a primeira vez que fui. E claro que eu não poderia deixar de compartilhar minha experiência com você.

Mas e como funciona a Feirinha ?

 A Feirinha é um evento com super descontos em produtos selecionados. A S.A. Shop prometeu descontos de até 90% nesta última edição e pelos preços que encontrei lá, acredito que cumpriu. O evento é previamente divulgado e acontece cedinho da manhã (madrugada praticamente na verdade ! hehe), por um curto espaço de tempo. A loja tem parte de seus departamentos com o acesso proibido, de forma que você tem apenas um espaço específico para circular e já sabe que tudo que está ali está em promoção.

Quais as datas e horários?

Essa foi a primeira edição que tomei conhecimento via facebook, portanto recomendo acompanhar o face da loja pra ficar sabendo de antemão. Esta edição aconteceu das 06:30 as 07:30, horário oficial brasileiro. Eu particularmente fiquei cerca de 1:40 em compras lá dentro (fora o tempo que levei pra tirar nota e pagar) mas ainda ficou bastante gente fazendo compras além desse horário (ou seja, após as 7:30) . Portanto dá pra comprar por mais tempo.


Quais os produtos disponíveis na promoção?

A cada edição entram produtos diferentes, mas tem produtos de quase todos os segmentos da loja. Mas é claro que não entra tudo, são produtos selecionados. Mas você não precisa ficar de olho pra identificar o que entra ou não na promoção: tudo que está na área de compras é promocional.  A confusão é grande, por isso eu não consegui ver todas as prateleiras, mas entre os itens que vi encontravam-se: roupas, lingeries, meias, utensílios domésticos, utensílios de cozinha diversos, itens decorativos, itens de papelaria e escritório, produtos de petshop, ferramentas, brinquedos, alguns acessórios, decoração de natal, papel de parede, banquetinha. Enfim, esses são as seções das quais me lembro.

O mais importante: os preços valem a pena ?

Super valem a pena ! Achei tudo ou barato ou então MUITO barato. Várias coisas eu já conhecia valores prévios e sabia que estavam praticando valores bem abaixo do normal. 

É tranquilo para comprar ?

Não !!! É pura confusão e gritaria ! É muito cheio ! Muita gente mesmo, um aperto grande, bastante calor, você tem dificuldade de passar pelos corredores. É uma aventura e tanto e você tem que ir com esse espírito pra aproveitar as compras sem se estressar demais. Alguns corredores eu simplesmente não consegui passar e acabei desistindo de tentar, pois já estava esgotada de tanto tentar passar pela multidão e também porque não havia mais espaço nas minhas mãos, braços ou sacola.

Posso levar crianças ?

Não aconselho de jeito nenhum ! Eu vi pessoas lá com crianças pequenas, até com bebês e acho impossível transitar lá dentro com crianças. O tumulto e aperto é grande, fica bastante abafado, as pessoas se empurram bastante, e crianças podem facilmente se machucar, passar mal ou se desidratar. Aconselho ir acompanhado de pessoas que minimamente saibam se defender do "atropelo". 


Vale mais a pena ir sozinho ou acompanhado ?

Mais um conselho de ouro pra vocês: se puderem, vão acompanhados ! Eu fui com meu pai, mas fizemos uma grande besteira: com o medo de nos perdermos, enfim, ficamos grudados o tempo inteiro. Mas a experiência nos mostrou que não é a melhor tática. O ideal é ir em 2 ou 3 pessoas e cada um ir pra um lado. Se conversem antes entre si pra ter uma ideia de que tipo de produtos mais procura (eu por exemplo queria itens de decoração de natal e brinquedos e fora isso coisinhas legais que encontrasse). Como teria feito hoje? Cada um vai pegando o que quer e coisas que acha que o outro também vai gostar. E você faz a mesma coisa. No final quando se encontrarem em algum ponto, um fica cuidando as coisas enquanto o outro vai tentar ver mais coisas (pois nesse ponto é certo que você já está estressado e não consegue mais carregar muito longe suas compras). Vocês podem se conversar, falar um pro outro o que viram no caminho, mostrar por cima o que pegaram, e assim enquanto um descansa um pouco e cuida as compras o outro aproveita pra dar mais umas voltinhas e assim podem se revezar.

Outra vantagem é que na finaleira das compras, um pode ficar na fila pra tirar a nota enquanto o outro aproveita pra dar mais um giro pelas prateleiras.

Tem cestinha ou carrinho na SA Shop ?

Lá tem cestinhas e eu não vi nenhuma enquanto fazia compras mas vi algumas pessoas com carrinhos. Essas pessoas estavam todas paradas num canto, cuidando o carrinho cheio de compras enquanto seus companheiros estavam nos corredores em busca de mais produtos. Esqueça que vai conseguir transitar com carrinho entre as prateleiras, é muito difícil. A menos que você aqueles que madrugaram mesmo lá e conseguiram entrar correndo na loja "socando no carrinho" tudo que pudessem enquanto era possível andar hehe.

Começa na hora ?

Praticamente. O atraso foi bem pequeno. No início eles distribuíram sacolas pra você lacrar sua bolsa lá fora ainda e quando inicia a entrada das pessoas mesmo sendo das últimas na multidão esperando lá fora, não demorei muito pra entrar.

Vale a pena ir bem mais cedo pra ficar na frente na fila ?

Com certeza acho que vale a pena. Pois muitos produtos acabaram e como eu disse em alguns lugares eu não consegui ir de tanta gente que tinha. Portanto, qualquer vantagem adicional que você tenha entrando com menos pessoas é válido.
Eu cheguei pontualmente as 6:30 mas fiquei curiosa pra saber que horas chegaram aqueles que estavam bem próximos da porta. Se alguém souber a resposta, me conta !

E na hora de escolher os produtos ?

Minha dica de ouro: não fique fazendo cara de paisagem na frente das prateleiras ! Seja objetivo e pegue tudo que achar interessante e vá socando sacola adentro. Acredite, vale a pena ! Você vai poupar tempo e não corre o risco de ficar sem produtos pois demorou demais lá atrás vendo outras coisas. Muitos produtos acabaram antes que eu tivesse a chance de sequer chegar perto deles ! Portanto, seja ágil !!!

Levo sacolas, mochilas, pra ajudar a carregar as coisas ?

Não adianta você levar pois lá na S.A. Shop em dias comuns você já tem sua bolsa pessoal fechada quando entra na loja. Neste dia também, só não é aquela bolsa tradicional deles, é uma sacola plástica onde é aplicado um lacre. Portanto sacolas só vão te ajudar a ir embora de lá, mas nas compras lá dentro. Logo ao acessar o interior da loja eles fornecem UMA GRANDE sacola plástica pra você colocar as compras. Conselho de ouro : pegue mais de uma !!! Eu peguei uma daquelas sacolas, achando ótimo que teria uma sacola grande boa pra colocar minhas comprinhas. Passei muito sufoco, pois logo ela se encheu e eu não tinha mais braços pra carregar mais nada. Tivemos que ir embora também por falta de braços extras hehe. Portanto pegue no mínimo 2 dessas sacolas, idealmente três (ou mais) se for comprar várias coisas !

Parece ser bem estressante, não ?

Gente, como qualquer SUPER promoção, todos amam, certo ? Você quer e todos querem. Portanto é bastante gente, é estressante, é confuso. Mas eu digo pra vocês que VALE A PENA ! Eu odeio tumulto, todos sabem disso e mesmo assim achei que valeu a pena toda o "babado, confusão e gritaria".

Cuide os preços no Caixa

Outro conselho que dou é vocês ficarem de olho nos preços que vão passando no caixa. Na nossa compra teve um item que passou com um valor bem superior e a caixa prontamente ajustou quando avisei. Como os itens são remarcados de última hora exclusivos pra feirinha (tanto que no código no computador do caixa aparece na frente de cada item Feirinha") pode acontecer de ter algum erro na marcação. Então é bom você cuidar. 

Quanto tempo na função?

Cheguei lá pontualmente as 6:30 e como eu disse, fiquei no total 1:40 em compras (mas poderia ter ficado mais tempo). Demorou também bastante tempo pra tirar a nota, pois as filas eram bem grandes. Já pra pagar foi bem rápido. Antes das 09:00 da manhã eu já estava atravessando a ponte pra voltar para o Brasil.

Suas compras compensaram o esforço ?

Em termos. Eu adorei a experiência e curti muito minhas compras. Comprei vários itens decorativos de natal, como eu queria. Comprei também algumas outras bugiganguinhas e coisas bacanas, como roupa pro sobrinho e cachecol por preços ótimos. Na verdade tudo que comprei tinha preços ótimos: meu item mais caro custou 3 (TRÊS !) dólares !!! Eu só queria ter comprado mais brinquedos - consegui comprar apenas 7 bonecas e não consegui nenhum brinquedo masculino. Vi uns cachorrinhos lindos falantes nas mãos de várias pessoas mas deviam ter terminado. Também tinham uns castelos de princesas muito fofinhos. Eram todos brinquedos mais simples; nossa intenção era comprar pra doação de final de ano que o pessoal da firma do pai sempre faz, então não buscávamos mesmo nada extravagante mas precisávamos de quantidade e não conseguimos. Até tinham mais bonecas, mas faltaram braços pra carregar !

Enfim, achei que tudo valia muito a pena o valor. Mas quando chegamos no caixa, se dá conta que não conseguiu comprar nada ! Eu parei de pegar coisas pois só tinha no final como abocanhar um último item, porque realmente não tinha mais como carregar (mais pelo volume das caixas de bonecas, isso acabou ocupando bastante espaço). Então você vai com um X pra gastar e não gasta nem 1/4 disso porque faltam braços pra carregar e porque você não consegue chegar em algumas prateleiras e porque alguns produtos já acabaram quando você consegue chegar próximo deles. Ou seja: CLARO QUE VALE A PENA !!!

Claro que não é pra todos. Tem pessoas que não tem esse perfil, de se enfiar no meio de um vuco-vuco atrás de pechinchas. Então, vai muito do quanto você está disposto a enfrentar essa aventura. Meu pai mesmo não teria ido se não fosse pra me apoiar. Quero só ver convencer ele a ir numa próxima hahaha.


Anote o Resumão das minhas Dicas de Ouro:

  • Se puder, chegue mais cedo e tente ficar próximo da porta
  • Leve um companheiro de compras
  • Pegue mais sacolas na entrada de início das compras
  • Separe-se do seu companheiro de compras lá dentro
  • Seja ágil na escolha dos produtos
  • Hidrate-se antes de ir (mas não exagere ! O "pipi" tem que poder esperar !)
  • Vá com roupas frescas e sapato confortável
  • Liberte a mente ! Vá tranquilo e preparado pra bagunça.

 
E era isso gente ! E em outro post mostro minhas comprinhas  !

Me despeço com essa foto de pura disposição na fila da madrugada esperando pra entrar e enfrentar a muvuca. Eu e Pappy's que foi super companheiro e se prestou a levantar cedo pra me levar lá e me acompanhar. Coisas de pai !

E por hoje é só. Até a próxima !

Bjkinhas de Pimenta.


14 de novembro de 2015

Sopa de Letrinhas: Muito mais que 5 minutos (Kéfera Buchmann)

A resenha de hoje é polêmica ! Pelo menos eu acho que talvez seja.


Hoje vou falar sobre o comentadíssimo livro que a youtuber Kéfera lançou na última Bienal do Livro no Rio de Janeiro. Ele foi muito comentado não por seu valor literário mas acima de tudo por ter sido lançado por um dos maiores sucessos da internet atual bem como pelo fato dela ter atraído uma legião de fãs à Bienal a procura do seu livro e da chance de estar perto da autora. 


Aliás, na época, pouco se falou sobre o quanto o livro realmente valia a pena. As notícias discorriam apenas sobre o lançamento e sobre as imensas filas que se formaram por um autógrafo. Mas afinal, e que tal o livro ?

Antes de tudo vamos ao assunto: no livro, Kéfera conta um pouco da sua história além dos 5 minutos. "5 Minutos" é o nome do seu canal no Youtube, onde Kéfera grava vídeos de opinião e humor escrachado. Ela atingiu um patamar que não é tão facilmente atingido por youtubers mulheres que falam sobre assuntos que fogem do tema moda e beleza. O mundo do humor no youtube há anos é dominado por ídolos masculinos. Kéfera chegou pra balançar isso tudo.



No livro ela conta sobre a sua trajetória antes do canal .. da infância até o dia em que publicou seu primeiro vídeo no youtube. Mas é sobre a vida dela, sua infância, sua escola, sua família ? Nãooooo. Embora todos esses assuntos de alguma forma apareçam no livro, majoritariamente ela fala sobre sua vida escolar e seus dramas de adolescência por conta do sobre-peso e o bullying sofrido na época. E esse assunto é ou bem explorado ou em alguns momentos apenas inserido ou lembrado quando ela discorre sobre outros fatos da sua vida.

Não digo que o livro inteiro seja sobre isso. Mas pelo menos até 2/3 do livro  seus complexos quanto a própria aparência são um tema preponderante. Kéfera tem a intenção de tratar do tema com seriedade mesmo inserindo vários palavrões no meio do texto, como já é seu de praxe. Eu particularmente achei o livro muito forçado. Não me convenceu principalmente por conta da incongruência que encontrei entre sua idade e seus questionamentos sobre aparência. Parecia até que ela estudava numa escola católica na Alemanha, pra se sentir tão diferente por ter cabelo castanho e não alisado aos 5 anos de idade.


Na minha concepção, o forçar da barra no livro é intencional justamente por Kéfera conhecer bem seu público, que é composto também por uma imensidão de adolescentes. E adolescente é assim né ... precisa de referências pra se espelhar. Que tal então descobrir que aquela youtuber que você ama se sentia feia, burra e incompetente antes da fama ? E que tal ainda descobrir que ela também quase não tinha amigos e nenhum garoto queria ela ? Ou ainda que os professores a odiavam ? E que a escola era horrível ? Parece bem atrativo, não é ?

Comigo não teria colado nem na minha adolescência, pois mesmo eu nunca tendo sido popular, nunca ter sido almejada, não ser rodeada de amigos, eu amava o colégio. E olha que também tive minhas fases de sofrer bullying mas consigo olhar pro passado e lembrar de MUITO mais que isso. Mas a impressão que a Kéfera dá no seu relato é que ela foi uma pobre sofredora, massacrada na sua escola e complexada até o último fio de cabelo e parece que todo mundo em volta dela era muito melhor do que ela. E ela tinha essa sensação desde muito novinha. O que te faz pensar o quanto de bullying tem ali e o quanto de sérios problemas psicológicos decorrentes de inseguranças prévias já não estavam formados, a ponto dela enxergar as coisas de maneira tão ampliada ao longo da vida escolar. Ou o quanto ela queria apenas fazer um livro pra conquistar ainda mais seu público, "floreando" seus complexos, ou os hiper-valorizando, pra criar mais empatia com a meninada. Coisas que nunca saberemos .. somente ela pode um dia ter essas respostas. Talvez nem ela mesma saiba.

Antes e Depois

Mas e outros temas são abordados no livro ? Como eu disse, sim, de certo modo. Ela faz alguns relatos sobre peripécias amorosas, geralmente desastrosas. Fala sobre suas dificuldades escolares, sua negação com várias matérias. Também há alguns relatos inseridos de forma tão aleatória que te faz pensar se alguém revisou esse texto pra ela ! A inserção dos relatos sobre a depilação com certeza envolvem muito mais o sucesso que o vídeo correlato dessa história fez no youtube (quem assistiu, com certeza lembra dele) do que uma coerência com todo o restante do livro. Coerência textual: ZERO. Ela relata outros assuntos no decorrer de uma linha cronológica onde a temática constante é obesidade, bullying e os traumas decorrentes no decorrer de mais da metade do livro. Que é parte que fala sobre a infância basicamente. Depois disso, chegando na fase da adolescência e entrada da juventude, assuntos românticos começam a se sobressair e toda uma "auto-ajuda" se aflora pra que o leitor não se sinta sozinho ao achar que vai morrer por conta de amores não correspondidos.



Acho que pros adolescentes o livro é bárbaro. Imagino que esses fãs vão se encantar com a leitura ao se descobrir mais próximos da Kéfera, reconhecendo-a como um ser "gente como a gente". Fora isso ... a leitura é difícil de engolir.


Resumindo, as histórias são bem pouco interessantes (é importante frisar que você não precisa ter uma vida de aventuras pra fazer de suas histórias, experiências gostosas de ler - basta ler a resenha sobre o livro Man Repeller que postei recentemente. A blogueira Leandra dá um show ao fazer interessantes associações entre a moda e situações banais da sua infância e adolescência). Mas a obra da Kéfera é mau-estruturada e embora prometa falar mais da youtuber na sinopse, fala quase só dos seus problemas emocionais decorrentes do bullying. É uma surpresa não ter relatos sobre vivências familiares, exceto por algumas poucas  referências à mãe em alguns relatos. Por mais que o trauma tenha sido forte na vida dela, não faz sentido ela não ter inserido mais informações e relatos sobre sua infância e adolescência. A vida é mais do que a escola, ou não ? Será que ela não tinha primos ? Nada pra falar sobre natais ? Nada de feliz ? Nenhuma arte que aprontou em casa ? Alguma viagem bacana ? Nada sobre sua cidade ? Nenhuma morte marcante na família ou amigos ? Nada de nada ? Somente: "ohh, que inferno é a escola" ?! Como eu disse, um ótimo livro pra vender pra adolescentes.

Enfim, eu penso que não é possível que a pessoa não tenha mais histórias pra contar ! E se era pra focar quase só nos seus traumas por conta da obesidade e por não ser loira (fiquei pensando sobre a legião de pessoas massacradas pelo trauma que temos então na nossa convivência, já que as loiras ainda são uma minoria - deveria pensar que a maioria das pessoas são traumatizadas ?), acho que o livro deveria deixar isso claro na sinopse. Enfim, achei o livro muito mal-feito. Não acho que seja culpa da Kéfera, que não é escritora. Defendo nesse ponto ela porque realmente sou fã (senão eu não teria comprado o livro) mas também faltou muito senso de quem assessorou ela na produção do livro.

Aí você pode falar: "- Paty, eu li o livro. O livro é recheado de histórias ! Você não viu ? Nem é assim só de bullying .."

Sim, verdade, o livro é recheado de histórias. No entanto no decorrer delas a uma recorrência tão grande do assunto, ainda que na forma de uma fala, de uma brincadeira, de uma pequena lembrança, de um trechinho ... que parece que o livro é só sobre isso". Provo:

Trechos: baixa auto-estima e bullying sofrido

O capítulo 1 começa na página 25. Eis que:



Pág. 27 falando sobre seu primeiro dia na escola: "... Porque primeiro dia de escola sem sofrer bullying não é primeiro dia de escola. ..."

Pág 28 ainda sobre a escolinha: ".. Foi com sete anos que eu comecei a perceber que eu era meio diferente das outras garotas da classe. Elas tinham o cabelo liso e comprido, enquanto o meu parecia uma vassoura de palha. Eram loiras, eu tinha o cabelo castanho. Elas tinham olhos claros e eu, escuros. Elas eram mais baixas, eu, mais alta. Elas eram magras, eu estava acima do peso. ..."

Pág 29. : ".. Não demorou muito para o pessoal da minha classe me escolher como objeto de zoeira... " ... e segue .. ".. Os meninos começaram a me perseguir, passando a me dar apelidos muito "carinhosos", como: balão, rolha de poço, saco de areia, balofa, pneu de trator, bolo fofo, pudim de banha ..... " e cita vários outros.

Pág. 37: ".. E eu me acostumei com o bullying que rolava naquela escola ..... ". " Se mudasse para outra, uma terceira, teria que passar por tudo aquilo de novo, esperar para ver quem seria o babaca da vez. .."

Pág 45.: " Por causa dos apelidos, xingamentos, ofensas e discriminações por ser gordinha, acabei me isolando. Cresci sendo uma criança insegura. .. "

Pág 49.: ".. Mas no meu caso a zoeira nunca tinha fim."

Pág. 50: " Já começou tudo cagado: eu não era loira, tinha oito anos e minha mãe jamais deixaria eu mudar a cor do meu cabelo com aquela idade. .."

Pág. 61: "Vivia me escondendo, usando blusas e camisetas largas ou me enrolando em toalhas de banho ... e ficava em casa chorando por não me sentir igual às outras. .."

Pág 72.: " Com dez anos eu estava mais preocupada em ganhar um cachorro do que em ter um namorado. E também comecei a ter mais problemas com meu corpo, fui ficando cada vez mais insegura e com a autoestima lá no pé. " ... "Eu era sempre o patinho feio da história..".

Pág 74. : "Eu era a esquisita do colégio.."

Pág 81.: "Enquanto isso, minha autoestima só piorava mais e mais. Além de gorda, feia, descabelada e excluída, eu era burra e só tirava notas ruins. .."



Aí sim no terço final ela enfoca outros assuntos, principalmente a versão "auto-ajuda da Kéfera".

Também não posso deixar de citar aquele que pra mim é o principal defeito do livro: falta fluidez de escrita. A linguagem é um horror. Ela faz relatos, seguidos de interrupções para piadas escrachadas forçadas, pra logo depois inserir um "papo sério" sobre o quanto o bullying é prejudicial e em alguns momentos inclusive insere dados ou dicas mau contextualizados pois a própria linguagem adotada até então "se quebra". Se ela quisesse colocar ao fim do livro, ou criar uma posição adequada pra inserir aquelas informações no livro, poderia não ficar tão mau posicionado. Mas ela quebra totalmente sua estrutura de escrita pra "bancar a que se importa e quer o bem de quem sofre com o bullying" com uma escrita rígida e destoante do texto. 

Eu não entendo de estilo literário; eu entendo de ler um livro e gostar ou não e conseguir passar algumas opiniões pessoais sobre os livros que leio pra vocês. Mas a impressão que tenho é que aquele tipo de escrita nem existe. Enfim, as pessoas são livres pra escrever como quiserem mas é fácil ler o livro e perceber que se parece muito com as falas dos próprios vídeos dela. Como se ela tivesse ligado uma câmera, gravado o que queria pôr no livro e depois alguém apenas transcreveu. E aí você se dá conta que essa não é a melhor forma de escrever um livro.

Realmente, a qualidade do livro é MUITO ruim. Apesar de admirar a trajetória dela, a história dela no youtube e ser inscrita no canal dela e assistir muito seus vídeos ... não vou ficar babando ovo ! 

Talvez para os adolescentes (que é uma turma grande de fãs dela) o livro seja apropriado. Ou de forma geral pessoas não habituadas a ler, com conhecimento literário bem precário e com personalidade ainda em formação .... pois fica mais fácil se reconhecer nas falas da Kéfera no livro e a empatia fica assim formada. Não me surpreenderia se o livro fizer sucesso nesse público. Mas fora isso, é difícil engolir a "obra".

Mas então Paty, você acha que a Kéfera tem uma mente adolescente ou é burrinha ou tem conhecimentos precários pra escrever um livro melhor ? Muito pelo contrário, talvez ela tenha feito o livro nesse "tom" exatamente pra que a massa do seu público pudesse se identificar com ele. Porque quem acompanha os "bafafás" que rolam envolvendo o twitter, face ou o próprio youtube da Kéfera, observa os comentários dos seus fãs, facilmente identifica que o público dela tem algumas particularidades nesse sentido como a dificuldade pra identificar sarcasmo ou ironia textual ou mesmo a falta de habilidade na compreensão de textos. É só acompanhar os comentários pra você ter uma ideia de como se comporta a massa (eu disse, a massa ! não são todos) dos fãs.

Quanto a leitura em si, o livro é fácil de ler e concluí em 2 dias. Mas é a leitura mais dispensável do mundo. Você pode ser fã e usufruir de coisa incríveis que a Kéfera produz sem perder tempo com esse livro. Agora, se você é fanático por ela: vai lá, compra e bota na prateleira, até porque o livro é recheado de umas fotos muito gracinha.

Dizem que ela logo lança outro. Ela mesma promete isso ao fim do livro. Bom, sobre o que será é uma dúvida ... com certeza temas não faltarão. Afinal, neste ela limitou-se muito no assunto. De qualquer forma, com a legião de fãs insandecidos por seu trabalho, é possível que eles nem se importem com o que venha escrito no próximo. Não duvido que as filas para autógrafos sigam longas.

Que livro ? Muito mais que 5inco Minutos
Quem escreveu ? Kéfera Buchmann

E a editora ? Companhia das Letras
Do que se trata? É um livro auto-biográfico, que conta um pouco mais sobre a vida da Kéfera antes do canal "5 minutos" que ela administra no Youtube. Basicamente discorre sobre suas inseguranças e deboches sofridos quando criança por conta da aparência, bem como pincela outros assuntos como primeiros amores, dificuldades na escola, etc.

É bom ? Me perdoem os fãs, mas é péssimo. Conclui a leitura por conta do meu amor pelo seu trabalho e minha admiração pela sua trajetória, mas é realmente um livro bem ruinzinho. 
Fácil de ler ? A leitura é fácil mas a construção literária é bem mal organizada. A escrita é fraca, os textos não convencem e as inserções supostamente humorísticas ou sarcásticas são forçadas.

Recomenda ?  Se você é um ávido fã da Kéfera, é possível que curta conhecer esse lado da infância dela. Eu particularmente não pretendo comprar um próximo volume, a menos que me convença que ela tenha melhorado como escritora. Eu não comprei o livro "pra ver um vídeo no youtube". Ela escreveu como se assim estivesse trabalhando. Um livro deveria ter outro propósito. E acho que esse não convenceu.





E era isso ! Bjkinhas de Pimenta.

10 de novembro de 2015

Paraguai 14: Frequencímetro - Onde comprar, qual modelo, quanto ?

Como contei pra vocês no último post, estou entrando numa nova fase de cuidados com meu corpo. E um acessório fundamental de treino que minha personal exigiu foi o uso de frequencímetro nas aulas. Pois bem, fui eu ao Paraguai a cata de um. 

Eu já sabia mais ou menos em que loja iria, pois a personal já me indicara locais mais em conta e sugestões de modelos. Mas por via das dúvidas, fiz duas coisas antes: dei uma pesquisada na internet e pesquisei o preço em lojas no Brasil pra ter certeza de que ainda compensava comprar no Paraguai e também dei uma olhada em algumas outras lojas por lá. E realmente, o lugar mais em conta fechou com o as dicas que eu havia recebido.

Embora eu estava propensa a olhar outras marcas, foquei em um Polar, que eu sabia que tinha bom desempenho com bom preço. Confesso que fiquei boquiaberta com os preços: aumentaram bastante. Acabei comprando o mais barato que encontrei mas com ótimos recursos: um Polar FT4. 





Cada modelo vem com alguns recursos a mais ou a menos. Eu escolhi baseada nos dois recursos principais : "Mede a frequência cardíaca ?" e "Posso pagar por ele ?" hahaha. Ou seja, escolhi o mais básico pelo preço mesmo. No verso da caixa é possível ver o que alguns outros modelos Polar oferecem:


Mas pra mim ele está sendo ótimo pois tem recursos mais que suficientes pras minhas necessidades. Aliás, no passado já treinei com frequencímetro e nem fiquei sabendo se o meu tinha algum desses recursos adicionais, pois eu nunca usei pelo menos. 

Mas vou mostrar tudinho pra vocês sobre o Polar FT4:

De cara, eu não havia gostado muito do tipo de encaixe pra prender no tórax. Na loja eu não abri pra ver como era a cinta, vi apenas pela caixa mesmo, então havia ficado meio decepcionada. No entanto minha antipatia pelo fecho acabou-se no primeiro dia de uso. Ele é confortável, não machuca e não tive nenhuma insegurança quanto a possibilidade de escapar. 


Outra coisa que estranhei muito foi o fato do sensor ser de encaixar na faixa torácica. Parecia que isso iria ficar muito "saltado" no peito, ou que aqueles ferrinhos poderiam incomodar por dar mais volume ao sensor. De forma alguma ! Tudo tranquilíssimo. Ele realmente é muito confortável ! E o melhor de tudo: a faixa é lavável ! Exatamente porque você pode destacar o sensor cardíaco.


E não se precoupe: ele fica super preso. Não tem risco de cair não.

Mas vamos colocar o frequencímetro em ação:

Configurando o Frequencímetro Polar TF4

Quando você liga o reloginho, ele logo pede pra que você insira algumas configurações que incluem hora, data e também configurações de usuário. É bem intuitivo e fácil para inserir os dados. As configurações de usuário incluem idade (data de nascimento), peso, altura, e qual a faixa de frequência cardíaca você deseja se manter. Pra saber sua faixa de treino é necessário que você faça uma avaliação com um profissional de educação física. 


Acima algumas definições básicas. Abaixo podem ver as definições de faixa cardíaca de treino.


Depois de configurado, basta partir pro uso. Alguns detalhes super bacanas sobre o meu Polar:

  •  Você pode salvar cada um dos seus treinos
  • Quando está treinando, é possível dar um "pause" e assim não registrar aquela pausa que te fez interromper seu treino
  • No final do treino, você fica sabendo sua frequência cardíaca média, frequência máxima atingida e também por quantos minutos você se manteve dentro da sua faixa de treino
Vou mostrar pra vocês aqui como acesso essas informações:

Acesso em Menu : Definições   Dados ➺ Ficheiros de Treinos ➺ Todos os  ficheiros desde (escolher data)  ➺ Data (escolher a data do treino) : vou então saber o tempo que treinei, quantas calorias foram gastas, a FC (frequência cardíaca) média e máxima, e o tempo dentro da zona de treino. 




E assim eu posso acessar diferentes dias e ir visualizando o progresso, vendo se estou treinado mais tempo, queimando mais calorias ou ficando mais tempo na FC programada para o treino.


Muito legal né ?

Onde comprar frequencímetro no Paraguai ?

Como eu disse no início, pesquisei algumas lojas pra definir a compra. Fui para o Paraguai com alguma noção de quanto estavam custando os frequencímetros no Brasil, em especial o Polar, que era o que eu estava mais propensa a comprar.

Meu frequencímetro anterior era da marca Timex e eu havia comprado na loja Americanas no Shopping Americana. Naquela época eu havia pago algo em torno de 120 ou 150,00 reais no máximo, mas isso já fazia mais de 4 anos. Mas por isso mesmo procurei olhar frequencímetros na Americanas também. Outro lugar que pesquisei foi a MCI (quiosque de produtos médico hospitalares no shopping del Este) e por fim na Mega Eletrônicos, que era a loja indicada pela minha personal. E realmente foi na Mega que encontrei os melhores preços. Os valores mais em conta que encontrei nas outras lojas, oscilaram entre 69,00 a 84,00 dólares para modelos bem simples como o meu, sendo alguns até mesmo mais caros. As marcas eram basicamente Polar e Beurer. Na Americanas eu vi alguns de outras duas marcas mas eram valores similares e de marcas totalmente desconhecidas.

Na Mega Eletrônicos você encontra frequencímetros que podem ir de 60 e pouco a até mais de 120 dólares. Pelo menos entre os que tinham disponíveis quando fui.  No FT4 eu paguei em torno de 62 ou 64,00 dólares, o que deu no câmbio do dia exatos 240,00 reais. No entanto o único que custava esse valor era o FT4, todos os outros modelos tinham valores que iam elevando-se pra a partir de 70 e poucos ... 80 .. 90 ...  100 e até mesmo 120 ou 130 dólares. 

Certo, paguei 240,00 reais, mas e quanto teria pago no Brasil ? Por esse modelo, o mais barato que encontrei foi 379,00 reais. Portanto valeu muito a pena ! E aqueles modelos que custam mais de 80,00 dólares no Paraguai, tem os preços no Brasil com uma diferença ainda muito maior, portanto também compensando a compra pra quem procura modelos com mais recursos. Concluindo: tendo a oportunidade, o negócio é comprar lá no Paraguai mesmo. Por essa diferença de preço, nem parcelar por aqui não compensa. Melhor economizar e comprar a vista lá no Paraguai mesmo.

Quanto a cor: Eu não tive como escolher a cor, porque só tinha 2 cores disponíveis do meu modelo quando estive na loja, que era esse cinza e um outro meio amarelão. Ainda bem que curti o cinza !! hehe.

Bom gente, então era isso. Estou super feliz com minha escolha, pois o frequencímetro é um aliado importante pra ritmar nosso treino. Não desgrudo do meu tanto na academia como nos meus exercícios aeróbios de dever de casa. Recomendo que você procure utilizá-lo pra otimizar seu treinamento, mas não esqueça que é necessária a orientação profissional para que você saiba como usar esse recurso pra alcançar suas metas.

E até a próxima !
Bjkinhas de Pimenta.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...