11 de janeiro de 2014

Sopa de Letrinhas: Elite da Tropa

O último livro de 2013 foi este: Elite da Tropa. Levei o livro na minha viagem pra Santa Maria pra me distrair durante a viagem e pra minha surpresa me agarrei tanto no livro que bastaram 4 dias pra eu terminar de lê-lo

Pra começar, vamos ser honestos: é bom saberem de antemão que eu sou uma apaixonada pelo filme Tropa de Elite. Por ambos. Que eu adoro filmes policiais. Quem me conhece sabe aliás que quase me tornei uma no passado. Enfim ... talvez seja bom saber do meu apreço pela temática antes de tomar suas conclusões sobre se o livro vale a pena ser lido ou não.

Eu iniciei a leitura achando que ia me deparar com o enredo do filme Tropa de Elite. Ledo engano. O filme foi inspirado em vários trechos do livro, no entanto, alhos não tem nada a ver com bugalhos. O livro é composto de 2 partes. A parte inicial é composta de vários pequenos capítulos, onde cada capítulo conta uma história policial (fictícia). Seja uma trapalhada, uma aventura, uma passagem heróica, o que for. Em alguns desses capítulos, notamos a narrativa de trechos do filme, mas de forma bem mais pontual. Aquilo que no livro é apenas uma pequena passagem, no filme toma uma grande proporção e é explorado mais a fundo.

O livro não segue uma linha de tempo específica. São diversas histórias soltas, retratando a saga da polícia de elite do Rio. Isso tudo na primeira parte do livro. É uma leitura agradável e você pode facilmente ir lendo os capítulos aos poucos, sem pressa. Eu, aficionada pelas histórias policiais, nem pensei em fazer isso. Lia várias e várias s num dia só.

Já a segunda parte, essa sim, é uma história corrida e toma toda a segunda parte do livro. E é engraçado, pois o livro simplesmente pára num ponto, pra só então iniciar essa narrativa com detalhes, que a princípio não tem nada a ver com a primeira parte. É como se fosse um segundo livro, e de fato é, já que cada parte foi escrita por um autor diferente. A história é um tanto quanto complexa, pois envolve uma imensa quantidade de personagens. Embora um pouco confusa, achei essa segunda parte instigante pois a linearidade tomou conta da leitura e ficava a expectativa pelos acontecimentos. Mas não deixa de ser uma história confusa e complexa. A sensação é a de uma história escrita às pressas. O que torna a leitura inteligível é o fato de haver no início da história uma lista com todos os personagens e o papel de cada um deles.  Mas o fato é que mostra bem como é enredado todo o crime, a máfia da polícia e quem tenta se salvar disso tudo, todos enovelados nos fios da segurança e insegurança que paira na sociedade (e porque não dizer na sub-cultura) carioca.

O que posso dizer que achei do livro ? Oras, li em 4 dias ! Achei o livro incrível. Gostei dos capítulos curtos e da narrativa simples e objetiva. O legal é que já li tudo mergulhando no livro sabendo que aquilo eram histórias que de uma forma ou de outra poderiam ter acontecido de forma muito similar. Cada uma delas representa uma infinidade de outras histórias paralelas que acontecem no dia-a-dia dessa polícia.
Leitura agradável, só não sei se também pras pessoas normais, que seriam aquelas que não tem verdadeira adoração por Tropa de Elite e sabe parte das falas do filme de cor.
Sim, essa sou eu, rsrs. Mas o livro é bacana sim ;)




Qual livro ? Elite da Tropa

Quem escreveu ? Rodrigo Pimentel, André Batista, Luiz Eduardo Soares.

E a editora ? Objetiva.

Do que se trata ? Relatos fictícios narrando o dia-a-dia de policias da tropa de elite da polícia militar do Rio de Janeiro, o BOPE. Um outro olhar sobre a criminalidade e repressão ao crime.

E a linguagem ? Narrativo, texto fluido e acessível. O grande emaranhado de personagens da segunda parte do livro empaca um pouco a leitura, pois é preciso várias vezes retornar para a listagem inicial de personagens e entender seu papel na história.

Recomenda ? Não tenho certeza se o livro seria atrativo para pessoas que não tenham um interesse basal já exacerbado pelas práticas policiais. Pela primeira vez recomendo um filme antes da leitura de um livro. Talvez o livro fique mais interessante caso já conheçam a teia de corrupção que permeia a polícia e como o binômio truculência e honestidade se integra dentro das ações da polícia de elite.

Ahhh, e lembrando: Tem o Elite da Tropa 2, que pretendo ler também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...