29 de setembro de 2013

Missão Leveza: saladas e mais saladas !

Antes de me afastar do blog eu havia recém começado uma série, chamada missão leveza, que era pra marcar o 1 ano de mudanças que tomei na minha vida e consequentemente no meu corpo. 

Quem não viu o post, pode ler mais sobre isso CLICANDO AQUI. Nesse post eu falo sobre os 18 kg que perdi ao longo desse ano de mudanças.

Bom, eu prometi falar um pouquinho sobre minha alimentação nesse tempo. Adotei mudanças bem radicais, como puderam ler naquele priemeiro post. Hoje não estou mais tão radical, mas algumas coisas seguem firmes.

Uma delas é o uso e abuso das saladas. Eu acho até engraçado quando eu leio algumas dietas de revista (aquelas impossíveis de serem feitas sem acabar com seu humor !) e vejo que há rigorosa restrição até mesmo pro consumo de uma alface ou tomates e afins. Como assim ?!!!

Tudo bem, todo alimento tem calorias, ou boa parte deles. E com certeza tudo que é em excesso faz mal, até mesmo água em excesso ! Mas convenhamos, restringir a salada a um pires ralo pra um almoço, eu acho de um extremo sem fundamento.

O fato é que uma das mudanças que tomei foi comer muita, mas muita, mas MUITA salada no almoço. Como não tenho o hábito de jantar, estou falando especificamente do almoço. Seja em casa, seja em restaurante na rua, sempre procuro rechear um prato de saladas antes de partir para os "quentes". E quando eu digo que ABUSO, é abuso mesmo. Confiram 3 singelos pratinhos de saladas servidos em momentos diferentes:

Comendo em casa:



Acelga, rúcula, couve, beterraba, tomate,  morangos e abacate picados. Sim, abacate também, aquela fruta cheinha de gordura também presente no pratinho de salada. E esse molhadinho é o molho de salada, adoro e uso SEM EXAGEROS molhinhos tipo:


Que quantidade usar ? Sempre de olho na tabela nutricional atrás ! Mas nada de óleo, azeite ou similares. A salada em casa é servida sempre crua, e cada um tempera a sua com os complementinhos de sua preferência. É tudo uma questão de hábito.

E esse almoço em restaurante por kg, também procuro servir primeiro a salada e depois os pratos quentes:


Dependendo do restaurante, eu perco um pouco o controle sobre o tempero de algumas saladas, sirvo algumas que são temperadas mas sempre dosando com o que virá no prato de quentes depois.

Nesse prato, tomate, alface, agrião, cebola, cenoura, repolho, beterraba, ervilhas, abobrinha com vagem (com tempero),  e umas cebolinhas e azeitonas por cima. Um pratão bem servido.


E mais um almoço em casa, abusando da salada primeiro:



Acelga, agrião, repolho, beterraba, couve-flor, pedacinhos de morango e de manga. Em casa temos muito o hábito de comer saladas misturadas com frutas. Usamos morangos, manga, melão, abacaxi e abacate. Não todos de uma vez, claro. Mas não é incomum termos de 2 a 3 variedades das frutas pra dar um saborzinho especial na salada. Fica ótimo. Alguns preferem por também um limãozinho no abacate pra dar um toque ainda mais especial, pro meu paladar é desnecessário. 

E então, não são pratos lindos, super coloridos e convidativos ?
Parecem pratinhos de dieta ? Em nada né.
E se você acha que é exagero, principalmente por conta das frutas, do tamanho do prato, do abuso de beterraba e abacate por exemplo, lembre-se que esse foi meu início de almoço durante minha jornada nesses últimos mais de 12 meses e 18 kg se foram com esses pratinhos no almoço.

Acredite, é possível. Claro que pra isso, tem que dosar bem todas as outras refeições, mas ainda vou falar delas em outros posts. Por hora, inspire-se e bote muita cor no seu prato !!!

Bjkas de Pimenta !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...