1 de julho de 2013

Sopa de Letrinhas: Ensaio sobre a Cegueira



Já faz tempo que finalizei a leitura deste livro pra lá de maravilhoso do José Saramago. Pois o livro é tão forte, tão impactante, que não é difícil escrever sobre ele como se eu tivesse acabo de ler as últimas palavras.

Eu já tinha ouvido falar por cima sobre qual seria o enredo que permeia o livro, mas nunca imaginei que a história fosse tão mais profunda.  De forma simplista pode-se dizer que o livro quer mostrar que a humanidade pode ser muito mais perversa do que somos capazes de imaginar. Os homens, em sua rotina de equilíbrio social e biológico, parecem estar sempre andando numa linha de hábitos contidos, onde a racionalidade e o senso crítico são capazes de nos tornar sensíveis ao próximo. No entanto, no momento em que nosso mundo entra em desequilíbrio, afloram-se os instintos mais animais e cruéis que se possa imaginar. 

O livro é visceral e é preciso muito estômago para aguentar o tranco de ler alguns dos seus trechos mais impactantes, em especial as passagens de estupro coletivo.

Eu nunca havia lido nada de Saramago, e foi uma surpresa me deparar com uma linguagem tão fácil e fluida. Por vezes pode até ser desconfortável seguir a linha de escrita, em especial nas falas, que parecem como um novelo de lã cheio de nós, onde a trama segue a linha, com interrupções bruscas no meio das falas.  Mas confesso que a medida que ia imergindo na história, cada vez mais fácil ficava fazer a leitura sem estranhamento. Outro ponto interessante do livro, é que são muitos os personagens, no entanto nenhum deles tem nome. Eles são diferenciados pelas suas profissões, pelas suas características ou por fatos descritos no livro e atribuídos a eles. Parece confuso, mas o livro permite sim que facilmente se reconheça a individualidade de cada um dos personagens.

O livro é bárbaro. No duplo sentido. É maravilhosamente bom, mas é intensamente brutal. Simplesmente assim, Bárbaro !

Recomendo a leitura. Mas tem que ter estômago !


Qual livro ? Ensaio sobre a Cegueira
Quem escreveu ? José Saramago
E a editora ? Companhia das Letras.
Do que se trata ? Romance passado em uma cidade onde gradualmente cada habitante passa a desenvolver cegueira. Todos ficam cegos e apenas uma pessoa não. A mulher não cega, passa então a enxergar ao vivo e a cores todo o horror que o homem é capaz de cometer e no que ele é capaz de se transformar mediante um fato que desconcerta a estrutura social dos homens. A epidemia de cegueira expõe o pior do homem e o quanto ele pode ser abominável quando suas necessidades mais básicas já não podem ser atendidas.
E a linguagem ? Relativamente fácil, todo narrativo, texto fluido e acessível. 
Recomenda ? Recomendo mas pela força do livro, acredito que não vá agradar a todos. A história é pesada e por vezes até mesmo nauseante. Mas é muito profunda e nos leva a uma importante reflexão sobre qual é mesmo a essência que permeia o comportamento  humano.
Ahhh, e lembrando: Tem o filme também ! Eu não assisti ainda, pois por incrível que pareça não tem nas locadoras da minha cidade. Portanto, só se eu conseguir encomendar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...