10 de agosto de 2012

Meus livros preferidos ...

Olá Gentem !! E aí, vamos ter um papo mais "cult" hoje ? rsrs
Brincadeira hein gente, meu objetivo aqui de forma alguma é "posar de cult" ... mas eu vi na televisão hoje que já está rolando novamente em Sampa a Bienal do Livro.


Isso mesmo, é a 22ª Bienal do Livro. O evento vai de 09 a 19 de agosto, no Pavilhão de Eventos Anhembi, em São Paulo. Mais informações podem ser obtidas através do site do evento:  Bienal do Livro SP


E aí, resolvi escrever sobre livros em homenagem a este momento maravilhoso que está acontecendo lá pelas bandas de Sp ... já que sou doida por Feiras do Livro. Participei de algumas em Porto Alegre ... e sabe que até a de Foz, que fui conhecer ano passado, eu gostei. Claro que não tem como comparar muito com a de Porto, mas eu achei o evento bem organizado, com várias atividades paralelas (mas várias mesmo !) e o mais legal, comprei vários livros por precinhos ótimos. 

Bom, mas pra este post, escolhi escrever sobre alguns dos meus livros preferidos. Aqueles que me marcaram pra valer, que devorei e que de alguma forma me influenciaram deveras. Então, puxe sua cadeirinha, pra ouvir estas histórias:

O Perfume - Patrick Suskind

Este foi um dos meus livros mais-mais-mais preferidos. A história é encantadora, fascinante. Pra quem é fã das telinhas, tem o filme também. Como geralmente esperado, bem inferior ao livro. Na verdade a história é muito rica em sensações, em emoções, em pensamentos, em cheiros também é claro. E através da leitura é muito mais fácil evocar tudo isso na gente. Porisso acho que o filme acabou ficando muito limitado no que tange à transmissão da história. Mas ainda assim vale a pena assistir.

Sinopse:
Em Paris, no ano de 1738, nasceu Jean Baptiste Grenouille. Filho de uma feirante, ele veio ao mundo em uma barraca de peixe na cidade mais suja e fedorenta do mundo ocidental no século XVII. Após a morte de sua mãe, sobrevive a doenças e pestes em diversos lares miseráveis. Contra todos os prognósticos, Grenouille acaba desenvolvendo duas características que mudariam sua vida: ao mesmo tempo que não tinha nenhum cheiro, ele era dotado de um olfato apuradíssimo. Este último talento permite que deixe para trás a pobreza para brilhar na indústria da perfumaria. Mas Grenouille, um personagem amoral, não ambiciona a fama ou a fortuna que sua habilidade poderia lhe proporcionar, mas um poder maior sobre os as pessoas, baseado na sedução dos odores sobre a alma humana. Assim, Grenouille dedica-se obsessivamente, e sem recuar diante do crime, à preparação de um perfume literalmente irresistível, que permitisse conquistar e dominar qualquer ser humano. 


Xamã - Noah Gordon

Eu não sei de qual livro eu gosto mais, se do acima ou o Xamã, mas com certeza eles dividem minha preferência entre os melhores livros que já li. Xamã, bem como o livro "O Físico", fazem parte da trilogia de Noah Gordon. A trilogia retrata diferentes gerações de médicos, mas tão, ou mais, fascinante do que a descrição da maneira como eles acabam se tornando médicos ou mesmo sobre como exercem a medicina, é o pano de fundo de cada história. Um melhor que o outro. No caso de Xamã, a destruição e opressão sobre os índios americanos (aqueles dos filmes americanos antigos) pelos brancos é um dos principais cenários de fundo. Aliás, se você é fã de filmes de "mocinho e índio", daqueles bem tipicamente americanos, deve ler mais sobre essa triste trajetória na história americana, pra descobrir quem são os verdadeiros mocinhos. Mas enfim, este é mais um livro recheado de detalhes, descrições, instigante para a imaginação. Tem trechos muito emocionantes. Adoro livros que conseguem "com suas letrinhas soltas pelas páginas" causar tal efeito na gente, emocionar, até nos fazer chorar. Pois este é um deles.

Sinopse:

Estamos no século XIX, nos EUA, em pleno novo continente atravessado por lutas causadas pela mistura de raças. É tempo de perseguições sociais, destruição de populações indígenas e escravidão. É nesse cenário que desembarca o jovem escocês Cole, herdeiro de uma tradição que remonta à Idade Média, e que o faz perceber a iminência da morte. É aí, também, que ele entra em contato direto com os índios Sauks e Mesquakies, ao se instalar na fronteira do Illinois. Auxiliado pela mulher, chamada Makwa-ikwa, ele aprende técnicas milenares, que associa a seu conhecimento ocidental.
Apaixonado pela ex-amante de um bandido, ele adota o filho dela e se torna pai de Xamã, o menino surdo. É através de Xamã que o leitor conhecerá as agruras da superação da deficiência, impulsionada por uma força de caráter inabalável, assim como o ensino das universidades de medicina então existentes e os primeiros hospitais. Contra um pano de fundo monumental, em que se destacam os horrores da Guerra da Secessão, desenrola-se a vida aparentemente simples de dois homens cativantes, cuja energia vital nasce da vocação para amar e curar seus semelhantes, sem preconceitos.


O Físico - Noah Gordon

Maravilhoso também. É o primeiro livro da trilogia. Mais uma vez a riqueza de detalhes presente de forma bastante envolvente. É difícil dizer qual é o melhor. O Físico é mais mágico. Xamã é mais emocional. Ambos, absolutamente maravilhosos.

Sinopse:
" O Físico" é o primeiro livro da trilogia de Noah Gordon que conta a história da família Cole através dos séculos. O título é uma tradução ao pé-da-letra do original em inglês "The Physician", que poderia ser melhor traduzido como "O Médico", já que esta é a história da saga de Rob J. Cole, que sonha em se formar em medicina em uma época em que a organização do saber na Europa ainda era incipiente, permeada por proibições da igreja católica e resrita aos bem-nascidos. Rob J. trabalha como aprendiz de cirurgião-barbeiro, mas o curandeirismo que presencia não é suficiente para ele. Resolve então estudar na Pérsia, centro do conhecimento nesta época, cujas escolas são proibidas para cristãos. Noah Gordon nos leva nesta viagem com uma reconstrução detalhada da época e dos costumes desde a escura europa medieval até a iluminada Pérsia deste período. Simplesmente um clássico imperdível.

Dom Casmurro - Machado de Assis

Eu absolutamente me recuso a dar maiores detalhes. Seria inadmissível alguém não entender o porquê deste livro estar aqui. O enigma mais fascinante da literatura brasileira. Eu sinceramente, não sei precisar quantas vezes já li isso livro. Não fiquem pensando que é pra eu "pescar" em alguma entrelinha o segredo dos olhos da Capitu hehehe... mas é muito dez. Falando em traição, eu não vou listar ele aqui, mas outro que eu acho maravilhoso (só que neste caso não há dúvidas) é o O Primo Basílio. Também é muuuito bom !

Sinopse
O narrador Bentinho, apelidado Dom Casmurro por viver recluso e solitário, conta fatos de sua infância na casa da mãe viúva, dona Glória, e também passagens de sua vida adulta ao lado de Capitu, que suspeita ser adúltera. Se a figura fascinante de Capitu, que prende a atenção do leitor, transforma a questão do adultério no ponto central do romance, não podemos nos esquecer de que a obra oferece também um rico painel da sociedade brasileira da época, revelando-nos as relações de classe e os meios de ascensão social, a influência da Igreja na vida cotidiana, além de observações desencantadas do narrador sobre a condição humana.

Contos Gauchescos e Lendas do Sul - João Simões Lopes Neto

As lendas e contos são tão belos, que juro a vocês que não é preciso ser gaúcho pra se encantar com este livro. Prova viva é que eu nem gaúcha sou ... tá bom, eu não sou parâmetro, afinal tenho uma alma gaúcha e um amor imenso por esta terra. Mas de qualquer forma, não acredito que seja possível alguém não curtir este livro. Quem gosta de ler, com certeza vai encontrar histórias bastante interessantes aqui. Conhecer um pouco da cultura gaúcha ajuda a visualizar melhor o cenário e principalmente entender o porquê de algumas das histórias. Recomendadíssimo.

Sinopse:
A vida campeira, o linguajar, os costumes e lendas do pampa gaúcho pelo mestre da literatura regionalista, acompanhado de um estudo de Aurélio Buarque de Holanda sobre a linguagem e o estilo do autor. Prefácio de Augusto Meyer. 

Shibumi - Trevanian
Envolvente, denso, com uma trama complexa. É um livro pra ser lido com atenção. No início pode ser complicado ir assimilando quem é quem, com personagens com nomes tão exóticos, mas quanto mais você avança a leitura mais difícil é de parar. Realmente é mais um livro pra ser devorado. Quando lançado, fez o maior sucesso. Não sei se ainda é possível encontrá-lo em livrarias, mas com uma busca rápida pela internet dá pra perceber que pode ser encontrado em vários sebos do país. Menciondo por muitos como o melhor livro já lido. Eu com certeza elenco como dos melhores.

Sinopse:
Considerado "o homem mais perigoso do mundo", Nicholai Hel aprendeu a arte do "Shibumi" com um general japonês, seu padrasto. Educado na China e no Japão, onde praticou artes marciais, Hel nunca esqueceu o horror e devastação da Guerra. Dono de faculdades físicas e mentais quase sobre-humanas, torna-se um matador profissional, capaz de enfrentar a CIA americana, a OLP palestina e grupos terroristas de todas as facções. A sede de justiça leva-o a enfrentar a Matriz, forte organização mafiosa, símbolo da espionagem e do monopólio econômico. O livro trata de honra e possui vários elementos da cultura nipônica e fala a respeito de um estilo de vida chamado Shibumi.   

O Código da Vinci - Dan Brown

Tenho certeza que este também dispensa comentários. Afinal, o filme foi uma sensação e o livro motivou muita gente que não é adepta da leitura a arriscar a lê-lo e se apaixonar por esta fantástica aventura. Gostei bastante do filme também. Achei que pra uma história tão rica, o tempo foi bem aproveitado de forma a conseguir explorar bem os diversos pontos ricos do enredo. Não deve ter sido uma tarefa nada fácil compactar uma história tão cheia de detalhes, bem descritiva e com um enredo complexo ainda que muitíssimo bem costurado. Amei Anjos e Demônios também, mas eu escolhi deixar apenas O Código aqui, pois ele  tem um elemento a mais que o livro seguinte, que é o fator surpresa, quando iniciamos a leitura sem ao menos ter idéia do que vamos encontrar. Embora em Anjos e Demônios, a história também seja fascinante, também bem costurada, a surpresa em relação à maneira do autor de construir a história já não é surpresa. Também envolvente e consegue nos transportar com a leitura para um mundo de aventura e suspense. Isso não é pra qualquer um. 

Sinopse:
Um assassinato dentro do Museu do Louvre, em Paris, traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo que foi protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. Apenas alguns passos à frente das autoridades e do perigoso assassino, Sophie e Robert vão à procura de pistas ocultas nas obras de Da Vinci e se debruçam sobre alguns dos maiores mistérios da cultura ocidental - da natureza do sorriso da Mona Lisa ao significado do Santo Graal. Mesclando com perfeição os ingredientes de uma envolvente história de suspense com informações sobre obras de arte, documentos e rituais secretos, Dan Brown consagrou-se como um dos autores mais brilhantes da atualidade.

Histórias para aquecer o Coração - Mark Victor Hansen, Jack Canfield, Heather Mcnamara

Este livro é lindo demais da conta gente ! É um livro maravilhoso pra literalmente encher nosso coração de alegria, de amor, de emoção, de compaixão. Ler ele dá uma vontade louca de simplesmente ser feliz. É um livro pra nos lembrar sobre as coisas que realmente valem a pena na vida. É devorá-lo, e sua digestão será de olhos marejados de emoção.

Sinopse:
Cada uma das 50 histórias de amor, sabedoria e vida deste livro contém algum significado especial. Elas alegram, comovem, reacendem a esperança e estimulam o desejo de empenhar-se para amar e viver plenamente. São histórias que fazem bem à alma e aquecem o coração.

Senhora - José de Alencar

Este livro não poderia faltar. Foi o primeiro livro que li de um grande autor nacional (Monteiro Lobato não conta). Foi um amor instantâneo. Duas fases das quais sou super fã, uma é justamente a do Romantismo Literário e também dos livros da era do Realismo. Sabe que uma das minhas matérias favoritas no colégio era história. Eu sempre fui fascinada pelo estudo da era medieval, e depois da Revolução Francesa até a segunda guerra mundial. E a história do Brasil como um todo, acima de tudo da época enquanto colônia e monarquia, também sempre me fascinou. Acho que esse meu interesse acaba fortalecendo meu apreço por livros que descrevam as particularidades políticas e sociais de algumas fases específicas da história do Brasil. Senhora retrata muito bem a questão comportamental e social de uma era.

Sinopse:
Soberba e autoritária, a herdeira órfã Aurélia Camargo compra o amor do jovem burocrata Seixas. A luta de classes é encenada como luta de sexos no clássico do escritor cearense.  Senhora representa o ponto mais alto da ficção urbana do autor. O romance é uma metáfora do luxo, do desejo e do dinheiro. Como bem disse um crítico: reflete a decadência de valores do Segundo Império.

Fernão Capelo Gaivota - Richard Bach

Pensa num livro lindo !! De leitura rápida, é o tipo de livro que você pode levar para ler durante uma viagem, ou à sombra de uma árvore em um belo parque (já imaginei a cena na Redenção !), na areia em uma manhã nublada de praia .. inúmeras situações.  A nobreza, simplicidade, abundância de significados, fazem deste um livro ímpar. 

Sinopse:
O livro é uma alegoria sobre a importância de se buscar propósitos mais nobres para a vida. O autor usa uma gaivota como personagem principal. Um pássaro que, diferente dos outros de sua espécie, não se preocupa apenas em conseguir comida. Este está preocupado com a beleza de seu próprio vôo, em aperfeiçoar sua técnica e executar o mais belo dos vôos. Uma metáfora sobre acreditar nos próprios sonhos e buscar o que se quer, mesmo quando tudo parece conspirar contra isso.

A assustadora história da medicina -Richard Gordon
Gente, eu não sei se é preciso ser da saúde pra gostar deste livro, mas eu simplesmente acho esse livro muito legal ! Apesar de em alguns momentos querer pular no pescoço do autor, e não é no "bom sentido", por ele em alguns momentos se mostrar um tanto quanto presunçoso e arrogante, ainda assim a evolução da medicina é contada de uma forma dinâmica e muito engraçada. O fato é que pra quem não é da saúde, tenho dúvida sobre a possibilidade de acompanhar realmente o evoluir da coisa, e entender bem a ordem e importância dos acontecimentos, exatamente por utilizar uma forma escrita bastante dinâmica e sucinta, ainda que bem clara. Como o autor usa muito do sarcasmo e do humor (por vezes meio negro), um leigo pode não captar o real significado de certas nuances. Mas se vc é da saúde, eu sugiro a leitura. Tem muitos detalhes interessantes e curiosos sobre a evolução da medicina ao longo dos séculos.

Sinopse: O livro é um relato irônico e divertido sobre os fatos mais importantes envolvidos no avanço da ciência médica no mundo, baseada no empirismo e nas descobertas mais importantes da história da luta do homem contra a morte.   Abordando Hipócrates, Freud, as pestes que arrasaram a Europa, a manipulação dos componentes químicos e suas aplicações, o livro é também um documento que mostra o desenvolvimento da medicina e seus impactos na humanidade, sempre de forma irônica, ilustrado com cenas de época e retratos dos cientistas e seus pacientes.

Macunaíma - Mario de Andrade

Tá, podem me chamar de maluca, de doida de pedra. Mas está aí um livro que muito me marcou a adolescência. A história é fabulosa ! Acho que vocês podem perceber ao longo destes meus livros preferidos que eu adoro livros ricos em aventuras, ação e detalhes descritivos.  Mas sabem que um grande marco pra mim foi quando foi solicitada pra minha turma a leitura e resenha deste livro. Enquanto a maior parte dos adolescentes traduzem "Macunaíma" como um "grande sacrifício", eu tão maravilhada fiquei que fiz uma resenha tão empolgada que minha professora de português veio no final da entrega dos trabalhos sugerir que da próxima vez eu não copiasse e fizesse o trabalho por mim mesma. Pena que eu na época era tão imatura, e não sabia lidar com este tipo de situação. Poderia ter feito um discurso, ou pedido que minha mãe fosse à escola fazer por mim, tamanha era a incompetência desta professora que era incapaz de enxergar numa aluna fascinada pela leitura, o seu ímpeto devorador de livros da biblioteca da escola e a sua aptidão pela escrita. Uma pena que isso tudo se perdeu com o tempo. Aprendi a ler sozinha, comecei a ler romances adultos ainda muito cedo, adorava escrever redações, comecei a escrever um livro (um romance policial) aos 10 anos de idade. Na adolescência, ao conhecer a literatura nacional mais a fundo, maravilhei-me. E assim, experimentei de tudo. Amei e odiei muitas coisas. Mas aí ... veio a faculdade, e estragou com tudo !!! rsrs ... depois, a literatura técnica tomou conta de tudo. Veio o computador. E de repente, a gente já não pensa como antes. Perde o tino pra escrita. Mas eu nunca me esqueci daquela professora, que sempre representará pra mim que nunca devemos aceitar de ninguém que nos diga quão grandes são os obstáculos a nossa frente, ou quão incapazes somos. 
Mas taí, digo pra vocês, Macunaíma é uma história incrível sobre o famoso "herói sem caráter". 

Sinopse:
Macunaíma é um índio que na sua infância brincava na selva levado por Sofará, mulher do irmão Jiguê. Com a morte de sua mulher Ci. Macunaíma toma banho nas águas milagrosas, deixa sua consciência na selva, transformando-se em um homem branco e depois viaja para São Paulo, onde durante as aventuras conseguiu recuperar a Muiraquitã, o amuleto de boa sorte que sua mulher havia deixado e que havia desaparecido. Foi encontrado em posse de Venceslau Pietro Pietra, que é na verdade o gigante comedor de gente. Macunaíma mata o gigante e recupera o amuleto; perde-o novamente, é perseguido pelo Minhocão Oibê o que o faz percorrer todo o Brasil. Finalmente já desgostoso, Macunaíma, chega à Amazônia, substitui a própria consciência, que fora roubada, pela de um latino-americano. É seduzido pela Uiaha, monstro das águas disfarçado em bela mulher, planta o cipó-estrada e nele sobe para o céu. É transformado pelo Pau Mutum, o Cruzeiro, na constelação de Ursa Maior, e fica relegado ao “brilho inútil das estrelas”.  

Pai Rico, Pai Pobre - Robert Toru Kiyosaki
Parece que eu só leio livro de "listinha Top 10" hehe .. mas qualquer pessoa que já leu esse livro sabe que ele merece a posição "top of mind". É absolutamente maravilhoso, revolucionário, motivador. Pra mim funcionou muito. Não é um livro pra baixar, nem pra pegar emprestado, nem pra locar. Este é um livro pra se ter na cabeceira. Pra ler, reler, ler novamente. Guarde ele eventualmente numa gaveta, mas numa crise, ou mesmo sem ela, dali uns tempos, ponha ele na cabeceira novamente. Fora que o autor tem uma didática muito boa, ele mesmo se coloca como "Professor" e acredito que isso fica muito claro nos livros dele. É possível ler muitas críticas negativas em relação ao livro. De que os conselhos são pobres e nada concretos. Eu não discordo do fato de que ele não tem aspectos práticos e concretos, mas sigo firme na impressão de que tem um potencial motivador muito forte. Não me deixou rica, mas me deixou muito motivada a ficar haahaha. Enfim, formidável.

Sinopse:
O objetivo de "Pai Rico, Pai Pobre" é instruir os leitores a despertar o gênio financeiro em seus filhos, nesta época conturbada economicamente onde as regras mudaram e não existe mais emprego certo para ninguém.


O Caçador de Pipas - Khaled Hosseini

Mais um livro best-seller que me fascinou. Construção linda da história. Me emocionou em diversos momentos. Eu sou muito de me envolver com a leitura, mas não é tão fácil assim pra um livro fazer chorar pois este livro tem uns trechinhos que é pra gente se "esguelepar" (mazáhh gaudéria haaha) chorando.  Outra característica importante é que é um livro de fácil leitura, de forma que mesmo que você não tenha o hábito de ler, não será difícil mergulhar na história. Também é interessante porque apesar de tudo, não é o tipo de livro que você pode enquadrar naquela " história montadinha do mocinho que vive feliz para sempre". Temática delicada, e ao mesmo tempo visceral.

Sinopse:

O Caçador de Pipas conta a história de Amir, um afegão há muito imigrado para os Estados Unidos, que se vê obrigado a acertar as contas com o passado e retorna a seu país de origem. O ponto de partida do livro é a infância do protagonista, quando Cabul ainda não era a capital do país que foi invadido pela União Soviética, dominado pelos talibãs e subjugado pelos Estados Unidos. E todo o rumo da história é construída a partir de um campeonato de pipas, no inverno de 1975, onde um evento traumático põe em cheque a amizade entre estes dois meninos que até então foram tão ligados. Somente 20 anos depois, uma carta de Hassan e a lembrança da pipa azul fazem com que Amir volte à sua terra natal para acertar contas com o passado.

O Cortiço - Aluísio Azevedo

Como vocês podem ver, eu realmente sou absolutamente apaixonada pela nossa literatura antiga né. Amo de paixão. Bom, este é outro que é muito dez, ele é recheado de histórias paralelas, também traz muitos elementos do quadro social e comportamental da época, além de instigar bastante a nossa imaginação. Tem um filme também, lembro que quando assisti fiquei bem chateada porque me negava a "enxergar" o "tal cortiço" daquele jeito. Eu já havia projetado na minha mente como ele era, e até hoje acreditam que eu consigo resgatar na minha mente exatamente como o "livro me contou". Essa é a maravilha da leitura. Faz coisas incríveis pelo nosso cérebro. 

Sinopse:
O Cortiço foi publicado em 1890 e descreve a sociedade brasileira da época. Considerado um dos marcos do Naturalismo. O proletá;rio e a desigualdade social são presenças marcantes na obra: o ganancioso e avarento comerciante português João Romão, a trabalhadeira Bertoleza, o vizinho rico Miranda, o malandro preguiçoso Jerônimo, a mulata Rita Baiana, todos tratados como uma extensão do cortiço, personagem principal cujo cotidiano é descrito ao longo da narrativa. Eis o primeiro grande romance social brasileiro e um dos principais do autor.

Papillon -Henri Charrière
O livro e filme são muito bons. E este foi outro livro de aventura que marcou minha adolescência. Mas este não é um livro de aventura qualquer, pois seria baseado em fatos reais, retratando os perrengues que passavam prisioneiros que prestavam pena em uma ilha-prisão de segurança máxima, localizada na Guiana Francesa, e a fuga espetacular e vitoriosa por parte de um dos prisioneiros, Papillon. O impacto do livro foi tão grande que na época a França se viu obrigada a desativar o complexo de presídios que tinha na Guiana, já que muitos prisioneiros morriam lá e isto se tornou público. Há um burburinho mais recente em volta deste livro, pois o livro fora lançado como sendo auto-biográfico. No entanto descobriu-se mais tarde que o verdadeiro Papillon fora outro homem, colega de prisão e de fuga do autor do livro. Independente de tudo isso, a história é magnífica. Vale a pena, o livro primeiro, depois o filme, como manda o figurino.

Sinopse:
Papillon é uma das mais espantosas e vivas epopeias que têm surgido no panorama literário mundial durante estes últimos anos. Quarenta e três dias após a sua chegada ao degredo, na Guiana Francesa, Papillon foge. Após contacto com outros povos, é novamente aprisionado e volta ao degredo. No entanto, consegue safar-se no presídio na Venezuela. É um extraordinário documento sobre a vida dos forçados do Inferno Verde e uma extraordinária lição de coragem e virilidade - com o objectivo da fuga. Papillon tenta sempre.    

Nós queremos que você fique Rico - Donald Trump e Robert Kiyosaki


Olha, em primeiro lugar, é bom saber que eu adoro os livros do Kiyosaki e que eu sou mega fã do Sr. Trump. Eu nunca tinha lido nada dele, mas eu sou fanática pelo programa The Apprentice, adoro a postura dele no programa, as colocações, os mecanismos de avaliação. Ahh e fala sério, elee tem um carisma incrível (Justus e especialmente o insuportável do Dória deviam ter se espelhado mais nele, mas enfim). Tá, mas chega disso, o nosso foco é o livro.. só achei bom comentar sobre minha posição sobre eles antes de você ler sobre o que penso do livro. E Adorei, adorei, adorei. O livro é dividido em temáticas diversas, colocando o ponto de vista de casa um deles sobre aquele tema. É muito fácil ler o livro, difícil é aplicar o que nele diz. Eu não sei se algumas pessoas consideram este tipo de livro como de auto-ajuda, mas tenho que admitir que eu acho que ele parece. É um livro basicamente motivacional. Esqueça a idéia de lê-lo se pensa que vai conseguir fórmulas secretas para ficar rico. É óbvio que não é essa a intenção. Mas é um livro que fala um pouco da trajetória deles, mostra o quanto é importante aliarmos nossos interesses, aptdiões, com muita, muita, mas muita dedicação no que se faz. Ninguém chega ali por acaso. O ruim é que ele é muito repetitivo, em especial as "falas" do Trump. Mas porisso que digo que acho que ele tem um lado "auto-ajuda", apesar disso, ele exerce bem sua função motivacional. Talvez todos nós saibamos a maior parte das mensagens do livro, mas o fato é que muitos de nós precisamos por vezes ser lembrados disso, pra dar um "up" nas idéias. Acho que uma leitura adequada pra quem está começando um negócio, naquele gás todo de quem está iniciando ... ou mesmo pra quem está meio cabisbaixo com os negócios.

Sinopse:
Este não é um livro de auto-ajuda financeira. Trump e Kiyosaki não dirão em que você deve investir, mas contarão o que pensam a respeito do dinheiro, dos negócios e dos investimentos. Segundo eles, uma das definições de liderança financeira é visão. Este livro fala exatamente sobre essa visão, observando o que a maioria das pessoas não consegue através dos olhos de dois vencedores (e por vezes perdedores também) no jogo do dinheiro. 'Nós queremos que você fique rico' é um livro que, com um texto leve, trará novos insights sobre como melhorar seu futuro financeiro e tornar-se rico.

Coleção Vaga-lume

Mais uma penca de livros que dispensa apresentações. Acreditam que eu praticamente não tenho nenhum livro desta coleção ?!! Pois até eu me admiro com isso, tamanha era minha paixão por eles. Pois eu li muitos destes livros na escola. Acho que era dos livros que eu mais locava na biblioteca, rs. Saudades que deu de ler livros desta coleção. Que doce gostinho desta fase tão gostosa da vida. Tá, adolescência é um saco, mas só quando a gente está nela e quando tem que suportar adolescentes hahaha ... depois de tantos anos, dá uma saudade de algumas coisas tão típicas desta idade. Bom, mas estes são livros ótimos pra adolescência. São temas bem pertinentes, apresentam lições de moral embutida e são recheados de aventura.

Sinopse:
Não vou colocar, pois cada livro é uma história. Mas tudo bem, afinal, quem não conhece a coleção Vaga-lume ?!!!


Fontes das sinopses: submarino, saraiva, shvoong, sinopse do livro, cozinha das letras.

E aí, já leram alguns destes livros ? Gostaram ? Espero que tenham se inspirado a ler algum livro, seja desta lista ou fora dela.
E o mais importante, que livros me sugerem ? Já deu pra ver que eu curto muito aventura e suspense né. Fazendo esta postagem me dei conta de que preciso ler mais coisas atuais. Mandem dicas !
Bjs de Pimenta.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...