7 de fevereiro de 2018

Dica: O que rola no Carnaval de Foz do Iguaçu 2018 ?

Se você é turista, recém chegado na cidade ou está há pouco descobrindo as baladinhas de Foz ... talvez ainda esteja na dúvida sobre o que rola de bacana nos dias de carnaval aqui pela nossa região. Esse post vai te ajudar a desvendar um pouco da diversão tradicional nessa época na cidade. Afinal,  o que rola de melhor no carnaval de Foz ?

CONCURSO MENINA VENENO

Quando ? Dia 10 de Fevereiro
Onde ? No CTG Charrua 

Concurso promovido pela sociedade civil em parceria com a Fundação Cultural e muito tradicional na cidade. Inicialmente era um evento que acontecia na JK e os boys se vestiam de mulheres para desfilar concorrendo ao título de "Menina Veneno". Este ano pela primeira vez será aberto tanto para homens se vestirem de mulheres como também para as mulheres se vestirem de homens. Muito justo.

Fonte: Internet (Portal Foz)


CARNAROCK

Quando ? Dia 10 de Fevereiro (sábado a noite)
Onde ? Teatro Barracão

Esse é um evento que não sabemos ainda o que esperar pois será a primeira edição, mas considerando que é uma união entre Teatro Barracão, Fundação Cultural e Rock ... nossa expectativa já é boa !

CARNAVAL DA SAUDADE

Quando ? Dia 11 de Fevereiro (domingo de tarde até de noite) e 13 de Fevereiro (terça de tarde até de noite)
Onde ? Rua Marechal Deodoro  

Esse é um dos momentos mais esperados do Carnaval de Foz pra mim. O Carnaval da Saudade é um carnaval de rua que começou de forma relativamente tímida e pequena e foi ganhando a cada ano mais corpo sem perder sua essência de ser um carnaval voltado muito para família, com um clima muito saudável. O legal é que como é na rua, dá pra levar isopor, cadeiras, e assim curtir de boa o carnaval sem gastar tanto. Mas pra quem prefere comprar na hora, tem opões vendendo bebidas no local. Uma coisa muito bacana que rola sempre é o Concurso de Fantasia Infantil ... basta levar seu pimpolho fantasiado e inscrever ele lá na hora mesmo pra poder participar do desfile. É uma delícia  de assistir ! E é claro que tem também altas azarações e um clima super alto astral pros marmanjos também. 
A estrutura no local vem ganhando corpo, com palco, um som mega animado e o povo é bem alto-astral. Bloquinhos também costumam se organizar pra curtir o Carnaval da Saudade. Um dos mais tradicionais é o Bloco do Papai Urso, que infelizmente neste ano não estará presente por motivos de que Papai Urso não passará o carnaval em Foz e não pode organizar o bloco ... mas os foliões do bloco com certeza não perderão a festa igual.
Ahh, lembrando que o Concurso de Fantasia Infantil acontece tradicionalmente sempre na tarde de domingo. Mas tem carnaval infantil tanto no domingo quanto na terça feira. 
Atenção: se você for levar isopor, atente para a recomendação da Fundação Cultural que está orientado que não sejam levadas garrafas ! Somente latinhas.



UNIDOS DO ZEPPELIN

Quando ? Dia 12 de Fevereiro a noite
Onde ? Zeppelin Old Bar

Um dos lugares fechados que promove um Carnaval super gostoso todo ano é o Zeppelin Old Bar. Localizado na Vila Yolanda, o Zeppelin é um dos bares mais bacanas de Foz do Iguaçu e tradicionalmente já muito prestigiado pela população local e turistas pela boa música e ótimos quitutes. A animação da noite de carnaval fica por conta da banda Quarteto que já toca volta e meia na casa. A diferença é que nesta noite o habitual da casa como Rock e Jazz ficam de lado e tomam lugar o Samba Rock, Samba Raiz, Gafieira e as tradicionais Marchinhas de carnaval. Além disso a casa receberá seu público neste dia com decoração e drinks temáticos e ainda contará com brinde especial para quem vier fantasiado!  Mas a fantasia não é obrigatória. Basta vestir a alegria. 




Agora bora jogar a purpurina na cara, balançar os cabelos e botar os pés pra sambar.

Beijocas ! 

 

6 de fevereiro de 2018

Como evitar ser assaltado no Paraguai ? Tem como prevenir ?

Não se iluda, não tenho nenhuma varinha mágica nem solução mágica pra apontar. Apenas vou dar algumas dicas importantes de segurança pra tentar minimizar danos e evitar um possível assalto quando estiver fazendo suas compras pela fronteira. Claro que essas dicas não dão garantia nenhuma, afinal ... a bandidagem por  vezes não está nem aí pras nossas precauções e ataca de qualquer forma. Mas se é possível tomar algumas medidas de segurança, por que não ?


Antes de tudo, vamos contextualizar o motivo dessa postagem ? Bom, nessa última semana um vídeo viralizou na internet mostrando um casal sendo assaltado em cima da Ponte da Amizade enquanto se dirigia ao Paraguai para fazer compras. O assalto foi a mão armada e muito rápido mas não passou despercebido e acabou sendo captado por alguém que transitava de carro em direção ao Paraguai também e filmou e postou o que viu. Em pouco tempo as imagens se disseminaram pela rede e assustaram muitos.

Mas o mais assustador foi ouvir relatos de quem trabalha na região contando que não há nenhuma novidade naquele vídeo e que assaltos na Ponte são corriqueiros. Turistas se encaminhando ao Paraguai são um chamariz para bandidos visto que possivelmente carregam boa soma em dinheiro vivo para fazerem compras. A pergunta é: existe travessia segura ?

Sabemos que existem relatos de assaltos tanto nas travessias a pé, de ônibus e também de carro. Em todas as situações há relatos de assaltos a mão armada e geralmente ocorrem de maneira muito rápida. Os bandidos se aproveitam do momento da travessia em especial pois é um momento de muita vulnerabilidade do turista, visto que praticamente não há segurança na ponte, e não há pra onde correr ou se esconder, não há como se defender, não há o que fazer. E não que a vítima deveria fazer qualquer uma dessas coisas afinal .... reagir nunca é uma boa opção.

Mas que dica são importantes seguir ?

  • Faça a travessia da maneira mais rápida possível. Não demore muito pra atravessar a ponte a pé, não pare para tirar fotos no meio do caminho nem fique mexendo na bolsa.
  • Procure ir com bolsas pequenas e que possa manter junto do seu corpo na sua vista. As bolsas que você possa atravessar no pescoço e manter a frente do seu corpo são as mais indicadas. Evite bolsas grandes e carregar muita coisa.
  • Leve somente o essencial na bolsa e carteira. Não leve documentos e cartões de banco desnecessários.
  • Se possível coloque o dinheiro em lugares separados. A odiada pochete é a "melhor amiga" do comprista. Permite que você deixe seu dinheiro bem junto do corpo.
  • A pochete de corpo, aquela fininha, que pode ser colocada embaixo do corpo, é indicada para guardar maiores somas. Assim você pode deixar separado o dinheiro destinado para compras mais voluptuosas sem precisar ficar expondo o quanto está carregando em cada lojinha que entra.
  • Se for atravessar a Ponte da Amizade de carro próprio, lembre-se que estar com uma placa de fora indica que seu carro é de turista e é um chamariz maior para bandidos. Entre um carro com placa de Foz, do Paraguai e de São Paulo por exemplo ... se ele tiver que escolher, qual acha que vai assaltar ? Quem você acha que estará entrando no Paraguai cheio da grana pra gastar ?
  • Uma boa dica pra quem atravessa de carro é procurar deixar o dinheiro em uma pochete ou carteira separada especial e em algum lugar escondido. Mantenha sua bolsa ou carteira com dinheiro geral a mãos para caso de assalto para ter algo para entregar, mas deixe o grosso escondido. Os assaltos nos engarrafamentos costumam ser muito rápidos, eles vão levar o que estiver a mão. Mas eles sabem que você terá ali no mínimo carteira, identidade, celular. Não esconda demais ... que muito quer ganhar, muito pode perder.
  • Ao atravessar de carro, o faça com os vidros fechados. 
  • Não vá ao Paraguai usando roupas muito chamativas, de marca, bijuteriais que simulem jóias, e muito menos com jóias. Relógios também são proibidos.
  • Ande antenado. 

São algumas dicas para ajudar você a não se tornar um alvo ou caso se torne um, minimizar suas perdas. Meu desejo acima de tudo é quê você saia de Foz do Iguaçu achando que sou uma exagerada e essas minhas dicas são de um destempero total .... mas mais vale um turista prevenido e que vai embora feliz e me achando louca que um turista triste e com um rombo no bolso.  

Lembre-se que esse é um alerta pois tivemos essa repercussão toda pois o caso do assalto a esse casal na ponte nesta semana foi pra internet. Muita gente faz suas compras e não vê nem sombra de situação de perigo. Mas é preciso ter em mente que infelizmente volta e meia algumas pessoas tem a infeliz topada com esses trombadas da fronteira. Se por algum acaso acontecer com você, não se esqueça de fazer o B.O. Não importa se aconteceu do lado de lá ou de cá, é importante o registro das ocorrências para que as ações de repressão possam ser pensadas em cima dos dados.

Fiz um vídeo no youtube falando sobre todas essas dicas. Pra quem quiser dar uma complementada, vai lá dar uma espiada:



E era isso gente.
Se organizem, viajem com segurança, e boas compras ! 

31 de janeiro de 2018

Volta às aulas: Comprando Material Escolar no Paraguai

E janeiro mal está terminando e as papelarias da cidade já fervilham. Tive o gostinho da aventura esta semana mesma ao ir buscar meros clipes e papéis coloridos, achando que ia levar meros minutinhos na compra. Que nada ! Essa época é só mães e pais alvoroçados com suas listas e orçamentos disputando espaço nas prateleiras.

Mas pra quem tem a oportunidade de ir até o Paraguai fazer umas comprinhas há a oportunidade de bons descontos na hora de comprar os materiais escolares. E nessa época várias lojas e mercadões costumam reservar prateleiras especialmente para os produtos escolares. Os mercadões são uma ótima pedida pra quem quer economizar. Mas tem outras alternativas interessantes também.



No ano passado eu cometi a loucura de voltar a fazer faculdade (bem doida !) e comprei praticamente todos os meus materiais escolares numa papelaria lá no Paraguai. A papelaria se chama Greta e embora seja bem próxima do círculo de comércio para turistas, é uma daquelas lojas que vendem com os preços expostos em guarani e mais conhecidas pela população local.



Dica: Basta digitar no google "Converter guarani para real" e aparecerão vários sites com opções rápidas de conversão. Basta digitar o valor ! Mas lembre-se que você pode não ter wi-fi lá em Ciudad del Este para pesquisar ... então o bom mesmo é observar a cotação do dia para poder fazer a continha na calculadora manualmente mesmo. Na cotação de hoje por exemplo, 1 Real estava valendo  1.784 Guaranis (sim, portanto não se assustem quando virem um caderno que custa 50 mil guaranis rsrsrs).

Mas apesar dos preços estarem em guarani, todas as moedas corriqueiras da região são aceitas (real, dólar, acho que até o peso argentino é aceito por lá). A loja vende uma gama grande de produtos de papelaria e também tem um setor com produtos para artesanato e outro setor grande de produtos destinado a festinhas (coisas como copos, descartáveis em geral, velas, enfeites, tudo que você possa imaginar pra montar uma festa).  Eles também tem muitas mochilas subindo pela escadaria.

Vale muito a pena a visita. Eu estive no fim do ano lá e comprei várias daquelas canetas Stabilo coloridas. Elas são ótimas pra destacar textos e principalmente pra deixar meu planner bem fofo e colorido. 

Minha prima esteve lá em janeiro e comprou alguns produtos também. Filmei um vídeo bem caseiro com as compras dela, mostrando tanto as compras na Greta como outros itens que ela acabou comprando neste dia no Shopping China (incluindo mochila para notebook e eletrônicos) e também outras duas mochilas que ela comprou na Chenson. Aliás, sugiro imensamente que passem na Chenson Outlet para conferir sempre as promoções de mochilas e estojos antes de passarem em qualquer outro lugar. Os produtos são simples mas muito baratos ! Mas a Paula acabou comprando as mochilas na Chenson "tradicional", bem perto do Outlet. 

Pra quem quiser ver os produtinhos, é só acessar o vídeo no youtube:



Mas a grande dica para compras em material escolar é:
  • Papelaria Greta
  • Mercadão América
  • Chenson
  • Chenson Outlet
  • Outros mercadões (8 de agosto, Super K)
 Todas essas outras lojas estão mais no centrão dos compristas e os preços vem em dólar. As exceções ficam por conta da Greta que tem os preços expostos em Guarani e para o Mercadão América (ele fica nas costas do Shopping Americana) que tem os preços todos em Real. 
Se joguem, que vale a pena !

29 de janeiro de 2018

Marco das 3 Fronteiras - Um olhar do alto da roda gigante

Um dos atrativos imperdíveis que temos aqui em Foz do Iguaçu é o Marco das 3 Fronteiras - local para desfrutar da vista da "esquina" entre os 3 países: Brasil, Paraguai e Argentina. E este local está com uma surpresa especial para os turistas e moradores locais até o final de fevereiro - agora dá pra ter um visão das alturas das lindezas da região. Mas antes, vamos entender um pouquinho do Marco ?



Essa região do marco foi um dos grandes investimentos recentes feitos mais recentemente na cidade. A área foi totalmente revitalizada e está um encanto. Se você é turista antigo, esqueça a antiga imagem que tinha sobre o local. O Marco das 3 Fronteiras é daqueles passeios que tem que ter no seu roteiro !

O complexo hoje conta com uma excelente estrutura, bem organizada, com área de estacionamento, banheiros, várias opções de lanches, loja de souveniers. O impacto já começa na chegada, com o belo pórtico que hoje recepciona o turista. O projeto arquitetônico do Marco foi pensado em cima da na nossa história, projetando uma viagem ao passado através da Vila Cenográfica das Missões Jesuíticas do Marco das Três Fronteiras, que faz a ambientação histórica do local em que viviam os índios e os padres jesuítas nos séculos 16 e 17.

E até o final de fevereiro haverá uma pitada ainda maior de lindeza no passeio pelo Marco. O complexo turístico do Marco está recebendo até o final de fevereiro a maior roda gigante itinerante do Brasil ! Já está instalada na área do Marco e em pleno funcionamento ... com 27 metros de altura, 18 cabines fechadas (incluindo cabine especial para cadeirantes) e cheia de luzes coloridas, a roda gigante proporciona uma vista única das margens dos 3 países e dos rios Iguaçu e Paraná. 


Roda-gigante do Marco das Três Fronteiras  

Horário de funcionamento: 16 às 22 horas 
Período: 27 de janeiro a 28 de fevereiro  
Valores:  1 ingresso - R$ 30 (integral) 
A partir de 2 ingressos – valor unitário é de R$ 20  
Moradores de Foz do Iguaçu Valor único de R$ 20

Observação. Criança até 3 anos, acompanhada de um adulto pagante, tem isenção.    

Mais informações: www.marcodastresfronteiras.com.br (45) 3132-4100

"Não se esqueçam ..  Tem dia pra acabar ! A Roda Gigante é Itinerante e fica por aqui só até o final de fevereiro"


Então não esqueçam de reservar um tempinho legal pra curtir o Marco. Lembrando que além de poder desfrutar de uma bela vista, contemplar o obelisco que marca a margem brasileira, você ainda pode assistir ao espetáculo de dança que acontece de terça a domingo (no anoitecer) e tem ainda barraquinhas com quitutes ou mesmo curtir a gastronomia do Cabeza de Vaca.



 E agora, não perde tempo ! Bora já incluir na sua listinha de passeios em Foz !
Até a próxima !

25 de janeiro de 2018

Descontando as decepções em cima da comida

Já faz um tempo que tenho feito várias reflexões sobre temas ligados a questões de emagrecimento e gordofobia e ao contrário do que possam pensar, não sou nem do 8 nem do 80. Ainda tenho tanta coisa pra tentar encaixar melhor na minha caixola e ainda tenho muitas dúvidas e ressalvas em relação aos discursos que tenho lido e ouvido sobre o empoderamento antigordofóbico. 

Uma coisa é certa ... escolhi este para meu ano de determinação e resolvi travar nele minha batalha pessoal em prol da minha saúde. Outra coisa é certa: como profissional da saúde e acompanhando tudo que acompanhado na área hospitalar, jamais vou compartilhar do discurso de que bastam exames laboratoriais bonitinhos pra levantar uma bandeira de vida saudável ao gordo. A gordura por si só é sim uma doença. Lenta e que mata lentamente. Invisível. Aliás, nada invisível. Mas laboratorialmente ela pode sim ser invisível por muito tempo. Isso que as pessoas tem que entender. Bom .. mas isso ainda é papo pra frente, pra outros carnavais ... hoje quero falar sobre outro assunto.

Hoje quero abrir um debate sobre a cena triste que passou no episódio de ontem da novela Tempo de Amar, onde a personagem Celina, chorando no sofá após uma decepção amorosa, é amparada pela mãe que faz de um tudo para lhe consolar. A mãe tem a atitude mais sábia e apropriada para o momento: faz um discurso tenro e amoroso (ok, nada condizente com a personagem, é bem verdade) ... o que seria o mais esperado para animar e tentar confortar um coração dilacerado. Ou não ... o que mais poderia confortar ? O tempo talvez.




Mas há sim algo que pode confortar e que tanto fazemos e que foi prontamente oferecido pela mãe de forma tão natural. A mãe correu pela cozinha e fez uma bela tigela de papos de anjo ... a menina se esbanjou comendo e sorria ... feliz da vida ... esqueceu tudo e dizia como aquilo já a alegrava.

Como assim ??

Sim, sabemos, é assim que agimos, é assim que fazemos ... mas pra que naturalizar isso ? Será que devemos naturalizar em plena televisão uma saída que muitas vezes nos é falha, não é orgânica, não é funcional, não é pra satisfazer a fome ... é apenas pra tapar um buraco emocional ? Não estamos falando de comer porque estou com vontade, comer porque quero comer mesmo, comer porque não estou nem aí que vou engordar ... estamos falando de uma muleta emocional sem fundamento nenhum. Porque mostrar isso como uma rodada de sucesso de uma mãe que conseguiu consolar uma filha ?

Enfim .. buscamos na comida preencher em nós lacunas que não são as que foram esvaziadas. Não se pode preencher o amor com brigadeiro. Mas nosso cérebro não está nem aí ... pra ele tanto faz o que você faz com os receptores de bem-estar, desde que você deixe ele felizinho. Mas não se esqueça, que não basta deixar seu cérebro felizinho e outras partes do seu corpo tristinha. 

Fonte: http://www.gobetago.com.br


Então, qual estratégia adotar no enfrentamento da "bad"

Conversar com um amigo é uma boa pedida. Ou um familiar, como Celina inicialmente fazia. Enfim, alguém da sua confiança, alguém com quem você realmente possa contar, que te entenda e possa te oferecer suporte. Dependendo do tamanho da "bad", uma ajuda especializada também é bem-vinda.

Meditação é outra alternativa. Inclusive hoje existem até mesmo aplicativos que ajudam os aspirantes a iniciar na arte da meditação. E tem também para quem avançar no assunto !



Iniciar uma nova atividade, sair da rotina, voltar a fazer uma atividade que antigamente te dava prazer. Pintar, artesanato, caminhadas, trilhas, música clássica, andar com o cachorro no bairro. Permita-se viver fora das suas habituais paredes e rituais.



O mais importante é, não mergulhe na cilada do açúcar sem propósito apenas para tapar lágrimas ou conter a solidão. No final das contas, toda a dor continuará ali e a conta das colheradas chegará depois. Papos de anjo não somem com nenhuma desilusão amorosa, não curam dores, nem suprem ausências. Ao contrário da personagem Celina que finaliza a cena toda sorrindo e felizinha, muitas vezes o que resta é mais culpa ainda ... que feio pra você Tempo de Amar, não precisava fazer esse "papelão".

  

20 de janeiro de 2018

Sopa de Letrinhas: Cartas do Front (Andrew Carroll)

Oi galerinha ! Novo Sopa de Letrinhas no ar, e desta vez pra contar pra vocês e desta vez pra contar sobre o último livro de guerra que andei lendo. Quem me conhece sabe o quanto sou alucinada por filmes e livro de guerra . Embora o tema seja triste e tenso, sou uma apaixonada por conhecer mais da história. Mas este livro tem um olhar muito diferente pois não fala nadica sobre as histórias das guerras e sim sobre as historias humanas atrás das trincheiras. O nome do livro é "Cartas do Front" e é recheado de cartas trocadas entre soldados e seus familiares, amores, amigos, etc.



Esta foi com certeza uma escolha muito diferente de todos os outros livros de guerra que até então já tinha lido. O livro traz uma coletânea de cartas escritas por soldados em época bem distintas, nos maios diversos países, sejam nas grandes guerras ou conflitos mais locais. São cartas escritas por soldados como também as recebidas no front de seus familiares (incluindo não apenas familiares diretos como mães, pais, irmãos, filhos, como também seus afetos, amores, namorados, noivas, etc). 

O ponto de partida do autor, Andrew Carroll, que é norte-americano, foi conhecer sobre as cartas trocadas por soldados americanos. E para isto ele pesquisou não só na própria terra como também viajou para diversos países do mundo onde os Estados Unidos esteve em conflito, para pesquisar nos museus locais que guardam acervos de guerra para garimpar cartas com conteúdos interessantes. No final das contas, ele descobriu um mundo de histórias que mereciam ser contadas. Não deve ter sido uma tarefa fácil selecioná-las.



O livro é impressionantes pois dá um novo olhar sobre as guerras. Já não é um relato sobre causas e estratégias e sim um olhar humanizado sobre a dor, o sofrimento, a saudade, o medo ..  os reais sentimentos que afloram num homem que enfrenta uma batalha, que extravasam e muito a mera coragem e honra. Aos livros de história cabem os atos heróicos ... neste livro você conhece sobre o sentimento de um irmão, a saudade de uma mãe, o temor de um filho.
 
O livro contem mais de 150 cartas trocadas entre soldados e civis que atravessaram os mais diversos conflitos e guerras ao longo do tempo no mundo: inclui as Grandes Guerras, a Guerra contra o Iraque de 91, ataques terroristas recentes, a Guerra do Vietnã e outros conflitos. Uma coisa incrível é que a edição brasileira fez questão de incluir os relatos de pracinhas brasileiros que lutaram na Itália durante a Segunda Guerra Mundial.


No decorrer do livro é possível topar com algumas fotografias de alguns dos remetentes ou destinatários das cartas e algumas fotos da época com cenas cotidianas.

A medida que você vai lendo cada história, no finalzinho o autor conta sempre que possível qual foi o desfecho daquele soldado. Nem sempre o autor conseguia descobrir isso. Mas muitas vezes ele descobria muito mais que isso: se aquele soldado havia sobrevivido àquela batalha, à toda guerra, as vezes ele contava que ele não só sobrevivera, como voltara pra sua terra, casara com sua amada ... soubemos de várias histórias de soldados que sobreviveram e casaram, tiveram filhos, quando morreram (já velhinhos) e alguns até mesmo do que eles morreram. Essa era uma grande expectativa ... era uma tristeza sem fim chegar nessa parte.

Que alegria ver uma história e encontrar por fim uma fotografia de um final feliz:


Mas também haviam muitas histórias que não se sabia muito sobre o autor, que fim tivera ou então o seu final não era dos mais bonitos.




Um dos relatos mais triste que me lembro, era tão emocionante ler a força de um rapaz que com entusiasmo contava sobre seu casamento do outro lado do mundo, longe dos seus pais. Casou com uma estrangeira, teve um filho ... falava com tanta ternura do filho e visualizava um futuro tão lindo pra eles. Dizia sobre como sonhava apresentar este filho a seus amados pais, e sobre a vida maravilhosa que voltariam a ter juntos. E então ... para logo na página seguinte, sermos informados sobre a carta encontrada junto ao seu corpo em dada batalha de guerra.

As guerras são frias, cruéis, tristes, avassaladoras. Destroem tudo que está pela frente. Destroem as casas, os prédios, o concreto, a natureza, as pessoas, as crianças, o futuro ... roubam toda uma felicidade sonhada que jamais será vivida.



Mas nem todas as histórias terminam tragicamente. Muitas não tem desfecho. Muitas tem desfechos bons. Mas é claro, que todas atravessam a guerra ... portanto .. de alguma forma todas são tocadas em algum momento pela dor, pela sofrimento, pelo medo, pelo afastamento da família. Mas também nas cartas descobrimos sobre as famílias que acabam sendo construídas por causa da guerra. Casais que se unem pela guerra. Não que seja uma conta justa ... a balança pende para o lado pior.

Não sei explicar o meu apreço por este tema. Como eu disse, sou aficcionada pelo assunto. De alguma me toca. E este livro em especial, me tocou muito. Se você gosta de livros de guerra, mas não gosta de livros de guerrilha e sangue e coisas do tipo .. .esse livro é pra você. Pois ele fala sobre a natureza humana envolvida nas guerras. A dor da saudade e a ansiedade pelo reencontro.

Super recomendo para vocês ! Maravilhosa leitura.

15 de janeiro de 2018

Paraguai 44: Compras da Luka no Paraguai (beleza, tecnologia e muito mais)

Contei na última postagem que minha prima esteve me visitando e fizemos várias comprinhas pelo Paraguai. E como a postagem das compras da Lu fez muito sucesso no passado, claro que resolvi mostrar tudinho pra vocês de novo. Fiz na outra postagem um vídeo onde mostramos as compras que ela fez no Shopping China.
E agora compartilho com vocês as outras compras feitas neste dia. Fomos na Spaltec (Shopping Jebai), na Casa Nissei (Shopping Hijazi), na Cavallero e na Pink (Shopping Vendôme). Como foram muitas compras, dividi o vídeo em 2 partes: as compras da Pink são somente de beleza e no segundo vídeo tem uma compra de relógio da Nissei e outros itens inclusive muitos mais de beleza de novo. Sim, a gente não se cansa de ficar mais e mais lindas hahaha.

A minha prima fez um esforço imenso pra gravar esse vídeo comigo pois ela nunca tinha gravado vídeos pro youtube e por isso estava meio travadinha. Mas mesmo assim ela foi super parceira e foi incrível me ajudando pra compartilhar as compras dela. Acho legal poder compartilhar as compras dela pois a Lu tem um perfil de compras bem diferente do meu. Ela também gosta de comprar produtos de beleza mas ela vai bem mais pro lado de cuidados pro cabelo e costuma comprar mais produtos mais queridinhos do momento e super em voga.  

Vou deixar os dois links aqui pra vocês que não viram os vídeos no youtube. 

Neste primeiro vídeo além da Lu mostrar suas comprinhas na Pink, ela também conta pra vocês o porquê ela gosta tanto dessa loja. Aliás, lembram que falei lá em cima que a postagem sobre as compras dela do passado ter feito muito sucesso ? Então ... tudo começou quando a Lu iniciou suas compras na antiga Tiffany's. Isso mesmo, pra quem não sabe, a Tiffany's não existe mais ... mas não se desesperem ... pois a equipe e o atendimento de sempre continuam lá, bem como os bons produtinhos de sempre .. .só que agora a loja tem um novo nome: PINK. E vocês podem conferir todas as comprinhas da Lu na Pink neste vídeo:



Vídeo com compras nas outras lojas:



Não deixem de dar sua curtida e deixar seu comentário ! Seja aqui ou lá no youtube, sua interação é mais do que bem-vinda !
Beijos !
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...